Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fórmula 1 atualiza calendário sem GP da Coreia do Sul

A princípio, FIA rejeitou a possibilidade da temporada 2015 ter 21 etapas

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) atualizou mais uma vez o calendário da Fórmula 1 de 2015. Neste domingo, a lista divulgada não contava com o GP da Coreia do Sul, que aparecia na relação anterior, com corrida marcada para 3 de maio, na cidade de Yeongam. Na nova versão do calendário, o GP sul-coreano foi cortado e não há nenhuma prova agendada para a data.

A corrida seria a quinta etapa do ano, entre o GP do Bahrein (19 de abril) e o GP da Espanha (10 de maio). Com o corte, o calendário da Fórmula 1 volta a ter 20 corridas, ainda que o documento divulgado pela FIA cite 21 etapas. A Coreia do Sul recebeu provas entre 2010 e 2013.

Leia também:

Campeão, Hamilton abre mão de número 1 no carro

Massa elogia mudanças na Williams: ‘Parece uma equipe nova’

Se quiser ficar, Raikkonen terá de ‘mostrar serviço’, diz chefe da Ferrari

F1: Saiba quais são as novas regras para 2015

O veto ao evento sul-coreano já era esperado. Ao ser incluída na lista, no início do mês, a prova surpreendera até os dirigentes do país, que não contavam com o retorno da Fórmula 1 já em 2015. A breve presença do GP asiático no calendário seria uma manobra para burlar o regulamento técnico de 2015. Pelas regras, cada carro só poderá utilizar quatro motores durante toda a temporada. O item do regulamento, contudo, faz a ressalva de que esta quantidade está restrita ao número de 20 corridas.

Com 21 etapas, a partir da inclusão provisória do GP da Coreia do Sul, os dirigentes da F1 poderiam agradar equipes e pilotos ampliando o número de motores para cinco, mesmo número utilizado na temporada 2014.

O calendário 2015:

GP da Austrália (Melbourne), em 15 de março

GP da Malásia (Sepang), em 29 de março

GP da China (Xangai), em 12 de abril

GP do Bahrein (Sakhir), em 19 de abril

GP da Espanha (Barcelona), em 10 de maio

GP de Mônaco (Montecarlo), em 24 de maio

GP do Canadá (Montreal), em 7 de junho

GP da Áustria (Spielberg), em 21 de junho

GP da Inglaterra (Silverstone), em 5 de julho

GP da Alemanha (Nurburgring), em 19 de julho

GP da Hungria (Budapeste), em 26 de julho

GP da Bélgica (Spa-Francorchamps), em 23 de agosto

GP da Itália (Monza), em 6 de setembro

GP de Singapura, (Marina Bay), em 20 de setembro

GP do Japão (Suzuka), em 27 de setembro

GP da Rússia (Sochi), em 11 de outubro

GP dos Estados Unidos (Austin), em 25 de outubro

GP do México (Hermanos Rodríguez), em 1º de novembro

GP do Brasil (Interlagos), em 15 de novembro

GP de Abu Dhabi (Yas Marina), em 29 de novembro

(Com Estadão Conteúdo)