Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Forlán revela mágoa com os dirigentes do Atlético de Madri

Negociado com a Inter de Milão no começo da temporada, o uruguaio Diego Forlán não escondeu sua mágoa com os dirigentes de seu antigo clube, o Atlético de Madri. Segundo o jogador, seu interesse em deixar a equipe espanhola motivou retaliações das pessoas que comandam a equipe, o que prejudicou seu relacionamento com o time.

‘Não fiquei incomodado por não me passarem ao Real Madrid, mas sim pelas atitudes deles. Se eles não permitem a venda de um jogador e depois acabam vindo outras consequências, não se pode esperar que tudo continue do mesmo jeito. Depois foram injustos comigo e foi isso que me chateou’, declarou o atacante, em entrevista à Radio Marca.

Com a responsabilidade de substituir o camaronês Eto’o, que foi contratado pelo Anzhi, da Rússia, Forlán ainda não conseguiu emplacar uma sequência de jogos no clube italiano e teve sua negociação questionada pelos torcedores nerazzurri. Após sofrer uma lesão mais séria, o atleta está em fase final de recuperação, mas não acredita que seu retorno poderá acontecer neste ano.

‘Estes dois meses afastado dos gramados acabaram sendo bons para eu descansar e recuperar forças, porque eu estava há muito tempo sem tirar férias. Creio que não terá problema em jogar as últimas partidas deste ano, mas eu dependo da decisão oficial do médico do clube’, completou o avançado.

Eleito o melhor jogador da Copa do Mundo de 2010, Forlán foi contratado em 2007 pelo Atlético de Madri, também com a missão de substituir um ídolo da torcida. Na ocasião, Fernando Torres havia negociado sua ida para o Liverpool e tinha deixado a equipe da capital espanhola órfã de um goleador.

Graças a sua técnica e o bom posicionamento dentro da área, o atacante não demorou muito para cair nos braços dos espanhóis e conquistou marcas importantes no time. Além de ganhar um Chuteira de Ouro, por ter marcado 35 gols na temporada 2008/2009, o atleta foi essencial para a conquista da Liga Europa de 2010, quando marcou dois gols na final contra o Fulham.