Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Forçado a orientar time do alambrado, Tite se desculpa por expulsão

Por Da Redação 24 Maio 2012, 02h17

Tite viveu situação curiosa na noite desta quarta-feira. Expulso de campo aos dez minutos do segundo tempo por reclamar com o árbitro Leandro Vuaden, ele acompanhou o resto da partida contra o Vasco na escada das numeradas do Pacaembu e, em alguns momentos, desceu até o alambrado para passar orientações aos jogadores. Apesar da classificação com vitória por 1 a 0, o treinador corintiano pediu desculpas pelo ocorrido.

‘Errei, não deveria estar ali, tenho essa consciência. Vou procurar não falar mais com o árbitro. Trouxe uma responsabilidade muito grande com aquilo. Tenho consciência de que não tenho que ser expulso’, disse o comandante, não sem se defender. ‘Eu tinha razão no lance (queria falta em Paulinho na entrada da área), e o árbitro não precisa mostrar que é bom me expulsando, ele já é bom por natureza’.

Os minutos de Tite junto à torcida foram surreais. Mesmo protegido por cinco seguranças do clube, ele teve contato direto com os corintianos. Uns sugeriam alterações, outros cobravam silêncio para que ele pudesse passar as orientações ao time, que naquele momento empatava sem gols – placar que levaria a decisão aos pênaltis.

‘Um torcedor me entregou o celular, comecei a falar, mas ele falou que só estava marcando o tempo de jogo para mim. Eu lá queria saber de tempo de jogo? Eu queria falar com alguém do banco’, brincou o treinador, que se comunicou principalmente por meio de gestos e olhares com seus atletas. ‘Estava muito barulho em volta, mas acho que deu para passar o que eu queria. Via os jogadores balançando positivamente com a cabeça, então acho que entenderam’.

A sensação de distância do time ficou pior quando Diego Souza disparou sozinho em direção à área por alguns segundos e só parou em defesa do goleiro Cássio. Mas a alegria pelo gol do volante Paulinho praticamente à sua frente, aos 42 minutos da etapa final, também não seria a mesma da que sentiu no alambrado.

‘Vibrei com todo o mundo ali, mas em seguida já quis posicionar o time. Só vou curtir a classificação amanhã (nesta quinta-feira)’, encerrou Tite.

Continua após a publicidade
Publicidade