Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

‘Fora de série’, Lucas ouve Leão e aproveita vento para fazer golaço

Mais uma vez, Lucas terminou o domingo como um dos heróis do São Paulo, desta vez com direito a um golaço em forte arremate da intermediária que selou a virada por 4 a 2 sobre o Ituano. Lance que o meia-atacante atribui a Emerson Leão, com quem já teve um desentendimento que gerou crítica de seu empresário, Wagner Ribeiro, ao técnico.

‘Estávamos com o vento a favor e o professor pediu para arriscar. Como já gosto de fazer isso, acertei um belo chute. Com o vento a favor, acertando o chute na veia, dificilmente o goleiro pega’, falou o camisa 7, que se beneficiou até no gol de Anderson Salles, do Ituano. ‘O Leão pediu para arriscar porque no primeiro tempo tivemos dificuldades. A bola pegou uma velocidade muito grande e surpreendeu o Denis.’

Jogada que fez o técnico enaltecer seu comandado, que chegou a ser considerado por seu agente uma ‘Ferrari mal-dirigida’. ‘Hojeo Lucas teve felicidade porque chuta forte. O vento a favor deu um colorido especial a ele’, falou o treinador.

O comandante, que já ironizou dizendo ter ido a uma ‘auto escola’ para dirigir Ferraris, exalta seu atleta. ‘O Lucas é fora de série. É importante para nós e a Seleção com a cabeça tranquila da maneira que vem jogando. Vem descobrindo isso e melhorando’, comentou, a ponto de até não sacá-lo neste domingo.

‘Com cinco minutos para terminar o jogo, o Lucas pediu para sair. Não tiramos e ele deu quatro piques daqueles depois disso. Às vezes, tem horas em que você escuta o atleta. Mas tem horas em que você não o escuta e lhe demonstra como é necessário em campo’, contou Leão.

Feliz com a boa fase, Lucas, chegou até a chorar ao sair do campo e ouvir sua mãe falando com ele na rádio ‘Globo’. ‘Meu objetivo é fazer história com a camisa do São Paulo, estar em todas as convocações, ganhar as Olímpiadas, que é o próximo objetivo, e um dia chegar à Europa e ser o melhor do mundo. Falta muito, mas vou correr atrás do meu sonho’, apontou.