Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fora de casa, Grêmio vence de virada e abre vantagem sobre Bahia

O Grêmio obteve um ótimo resultado na partida de ida das quartas de final da Copa do Brasil. Jogando em Salvador, o time gaúcho venceu o Bahia de virada, por 2 a 1, levando uma boa vantagem para o jogo de quinta que vem, em Porto Alegre. Agora, até mesmo uma derrota por 1 a 0 na volta classifica o time de Vanderlei Luxemburgo às semifinais. Júnior fez o gol do Bahia, Fernando e Marco Antônio fizeram os gols gremistas.

No primeiro tempo, o Grêmio se impôs ao Bahia e marcou adiantado, mas sofreu um gol de contra-ataque aos 20 minutos. A equipe gaúcha, no entanto, seguiu atacando e alcançou o empate em uma falta batida por Fernando, que desviou na barreira. Na etapa final, o Bahia começou melhor, criou chances explorando a bola aérea, mas logo o Grêmio retomou o controle, fez 2 a 1 e perdeu várias chances de ampliar o placar.

Antes do próximo confronto, quinta-feira que vem, Bahia e Grêmio estreiam no Campeonato Brasileiro. Ambos jogam domingo, às 18h30: os baianos recebem o Santos, enquanto os gaúchos visitam o Vasco.

O jogo – O Grêmio dominou o primeiro tempo desde o início. Atuando com uma marcação adiantada, que pressionava a saída de bola dos donos da casa, o Tricolor Gaúcho criou sua primeira chance aos sete minutos: Marcelo Moreno recebeu livre na grande área, girou e chutou para boa defesa de Marcelo Lomba.

O Bahia perdeu o lateral Madson, lesionado, aos 17 minutos. Fabinho entrou em seu lugar. Aos 19, o time gaúcho criou nova boa chance: Léo Gago fez boa jogada e chutou cruzado, raspando o poste. No minuto seguinte, em sua primeira chegada, os baianos abriram o placar: Gabriel recebeu nas costas de Pará e cruzou rasteiro. Gilberto Silva tentou cortar e quase marcou gol contra. No rebote de Victor, Júnior empurrou para as redes: 1 a 0.

O gol do Bahia não diminuiu o ritmo gremista. Aos 24, após bela jogada, Marco Antônio chutou cruzado e a bola raspou a trave de Marcelo Lomba. Aos 32, André Lima limpou e arrematou da entrada da área. O goleiro baiano rebateu nos pés de Marcelo Moreno, que chutou rasteiro, para outra grande defesa de Lomba. A pressão só surtiu efeito aos 38: Fernando cobrou falta da intermediária, a bola desviou na barreira e enganou o goleiro: 1 a 1.

No segundo tempo, o Bahia começou com outra postura, agredindo o Grêmio em busca da vitória. A equipe de Falcão passou a explorar a bola aérea, uma de suas conhecidas virtudes. Aos 10, Rafael Donato subiu mais que todo mundo em escanteio, levando perigo com uma cabeçada firme, mas que saiu por cima do gol. Aos 15, um cruzamento da esquerda desviou na zaga, bateu em Júnior e quase enganou Victor.

Vendo seu time ser dominado, Luxa retirou Marcelo Moreno e Souza para as entradas de Leandro e Vilson. As mudanças deram resultado: a pressão do Bahia arrefeceu e, aos poucos, o Grêmio voltou a controlar o jogo. Logo em sua primeira chegada no segundo tempo, aos 27, os gaúchos viraram o jogo. Em cobrança de escanteio, André Lima cabeceou e o zagueiro tirou em cima da linha. Na nova batida, Lomba rebateu nos pés de Marco Antônio, que chutou cruzado: Grêmio 2 a 1.

Especulando nos contra-ataques, o Grêmio seguiu melhor e passou a empilhar situações de gol. Aos 31, Marco Antônio puxou uma jogada em velocidade e chutou para boa defesa de Lomba. No minuto seguinte, Leandro invadiu a área e só não fez porque a zaga desviou. Aos 33, Rafael Donato quase fez contra após falha de Marcelo Lomba. No lance seguinte, André Lima ganhou do goleiro do Bahia na subida, mas cabeceou para fora. Nos minutos finais, coube ao Grêmio administrar, sem sustos, a boa vitória obtida no Pituaçu.