Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fonseca: CRB não contava com uma arbitragem infeliz

Por Da Redação - Atualizado em 19 jul 2016, 13h57 - Publicado em 20 jun 2012, 18h53

O empate por 2 a 2 com o São Caetano deixou o CRB em péssima situação na Série B do Campeonato Brasileiro. Com apenas sete pontos conquistados, o CRB está em 15na tabela, mas tem um jogo a mais que os cinco outros times que ficam atrás e jogam o complemento da rodada na sexta e no sábado.

Roberto Fonseca, técnico da equipe alagoana, criticou a arbitragem de Ítalo Medeiros de Azevedo, que seria responsável pelo revés. Segundo o treinador, um pênalti não marcado a favor do CRB mudou o resultado da partida.

‘Não contávamos com uma arbitragem infeliz. Nossas mudanças surtiram efeito. O que não surtiu efeito foi a arbitragem. Chutaram a cabeça do Edson na grande área e não deram o pênalti. Poderiam ter machucado o jogador e o CRB ficaria no prejuízo’, reclamou.

A falta que originou o pênalti convertido pelo São Caetano no primeiro tempo também não teria existido, segundo os alagoanos.

Do outro lado, porém, também há reclamações. O São Caetano argumenta que o gol de empata de o CRB no fim da partida veio de cobrança de falata inexistente, além de uma penalidade de Rodrigão sobre Danielzinho que não teria sido marcado.

O CRB só volta a campo em dez dias, no sábado, 30, contra o Criciúma, em Santa Catarina. Uma combinação de resultados no complemento da sétima rodada pode deixar o clube na zona de rebaixamento da Série B.

Continua após a publicidade
Publicidade