Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Focado, Tite não diz o que pensa sobre declarações de Leão e Kleina

Por Da Redação 21 abr 2012, 17h31

A concentração na partida decisiva deste domingo contra a Ponte Preta fez com que o técnico Tite evitasse neste sábado comentar declarações polêmicas de treinadores rivais. Segundo ele, o único assunto que o interessa agora é a parte técnica do duelo, válido pelas quartas de final do Campeonato Paulista.

Na sexta-feira, Emerson Leão, comandante do São Paulo, ironizou a possibilidade de decidir o título estadual contra o Corinthians fora de casa. ‘O Corinthians ainda não terminou o estádio’, ironizou, lembrando que o Pacaembu, utilizado pelo Corinthians, é um estádio municipal.

‘Isso não é área técnica, prefiro falar sobre esse aspecto. Temos o Edu (Gaspar, gerente de futebol), o Duílio (Monteiro Alves, diretor adjunto) e o Roberto (de Andrade, diretor de futebol) para falarem sobre isso. Quero me concentrar no jogo’, esquivou-se Tite, neste sábado.

Quando questionado sobre o pontepretano Gilson Kleina, que no fim de semana passado alegou favorecimento ao Corinthians no campeonato, o treinador corintiano mostrou-se mais desconfortável, mas igualmente não quis emitir opinião.

‘Tenho meu julgamento, mas, por respeito ao árbitro e à grandeza do jogo, não vou falar nada. O Corinthians sofreu demais no ano passado com essa história de apito amigo, tivemos pênalti contra que foi falta no meu jogador. Não quero fazer nenhuma menção a isso, tenho minha opinião sobre o que ele (Kleina) disse, mas não quero falar’, respondeu.

Alheio a polêmicas, o Corinthians de Tite entra em campo às 16 horas (de Brasília) deste domingo para enfrentar a Ponte Preta, no Pacaembu. Se passar pela equipe interiorana, o time alvinegro terá pela frente na semifinal o vencedor do confronto entre Guarani e Palmeiras.

Continua após a publicidade
Publicidade