Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fluminense vence e volta à liderança; Corinthians perde para o Inter

O Fluminense reassumiu neste domingo a liderança do Campeonato Brasileiro. No fechamento da 25ª rodada da competição, o clube do Rio de Janeiro visitou o Vitória na Bahia, venceu o duelo por 2 a 1, com gols de Conca e Rodriguinho e alcançou o topo da tabela com 48 pontos, um a frente do rival Corinthians. Com um jogo a menos, o alvinegro paulista sofreu um gol aos 48 minutos do segundo tempo, perdeu para o Internacional, por 3 a 2, no Beira Rio, e alcançou a quinta derrota no torneio. O clube gaúcho, por sua vez, manteve a invencibilidade em casa que já dura mais de quatro meses e mostrou que é um dos candidatos favoritos ao título.

Confira os resultados e classificação completa do Brasileiro

No estádio Engenhão, no Rio de Janeiro, o Botafogo perdeu a chance de encostar na zona de classificação à Taça Libertadores da América ao empatar com o Atlético-PR por 1 a 1. Com o resultado, os cariocas chegaram aos 40 pontos e ficaram a quatro do Cruzeiro, terceiro colocado. Já a equipe rubro-negra, que vinha de três vitórias consecutivas, tem 38 pontos e está na sétima posição.

Na estreia de Dorival Júnior à frente do Atlético-MG, em substituição a Vanderlei Luxemburgo, o Galo acumulou a quarta derrota consecutiva no Campeonato Brasileiro – dessa vez, por 2 a 1, diante do Grêmio, na Arena do Jacaré.

Demorou apenas um minuto para o ex-técnico do Santos perceber que terá bastante trabalho para tirar sua nova equipe da zona de rebaixamento, o Z-4. O Tricolor Gaúcho abriu o placar no primeiro minuto de jogo, com Jonas aproveitando rebote do goleiro Renan Ribeiro – escalado por Dorival no lugar de Fábio Costa, que, após colecionar diversas falhas, perdeu prestígio com a torcida e hoje não foi relacionado nem para o banco de reservas.

Aos 14 minutos, a situação pirou para os mineiros. Depois de troca de passes com Douglas, Gabriel invadiu a área e ampliou a vantagem do Grêmio: 2 a 0. Com o gol a torcida do Atlético, que compareceu em peso para apoiar o time, se irritou e passou a dar gritos de “olé” diante do envolvente toque de bola dos gaúchos.

O Grêmio quase marcou o terceiro, com André Lima, aos 18 minutos, mas Renan Robeiro salvou com grande defesa. A partir de então, o Atlético cresceu a passou a criar oportunidades. A recompensa veio aos 29 minutos, quando Daniel Carvalho fez bela jogada e acertou uma bomba na mão do goleiro Victor. No rebote, Diego Tardelli diminuiu de cabeça: 2 a 1.

No segundo tempo, os dois times voltaram num ritmo mais lento, com a bola presa no meio de campo. Foram poucos os lances de perigo e muitas as faltas. Só nessa etapa, o Grêmio levou cinco cartões amarelos, contra um do Atlético. Um dos poucos momentos de emoção foi o chute do atacante Roberson, do Grêmio, na trave direita de Renan, aos 38 minutos.

O resultado foi a manutenção do placar do primeiro tempo, que levou o Grêmio à décima colocação, com 33 pontos, e empurrou o Atlético-MG para a vice-lanterna, com 21.

O outro jogo que encerrou a rodada do fim de semana do Brasileirão foi a goleada de 5 a 0 do Avaí sobre o desfalcado Ceará, na Ressacada. Os gols foram de Rudnei, Davi (2) e Jéferson (2).