Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Fluminense prioriza contratação de um zagueiro

Por Da Redação 9 dez 2011, 15h09

A diretoria do Fluminense já sabe qual posição procurar um reforço de peso para a próxima temporada. A tendência é que a zaga seja o setor fortalecido nos próximos dias, atendendo assim um pedido do técnico Abel Braga, que identificou a necessidade de ter uma referência no setor defensivo.

O vice-presidente de futebol Sandro Lima já está no mercado em busca de uma solução. Por conta de problemas de lesões na reta final do Campeonato Brasileiro deste ano o treinador se viu obrigado a trabalhar com improvisações em situações-limite.

O Fluminense terminou o ano com dois zagueiros no departamento médico. Gum e Digão estão em tratamento de lesões e perderam a reta final da temporada. A ideia de Abel Braga é trabalhar com cinco atletas para o setor e os dois estão nos planos do comandante do Tricolor, assim como Leandro Euzébio. Elivélton rendeu muito bem nas últimas partidas e é visto com grande potencial pelo comandante. Mas não será titular em uma competição como a Copa Libertadores, uma vez que tem apenas 19 anos e ainda precisa amadurecer.

O outro zagueiro do elenco é Márcio Rosário, mas esse justamente deve abrir a vaga para a chegada de um atleta de nome. Rosário decepcionou a torcida e passou a ser hostilizado por conta de algumas falhas gritantes, como na vitória por 2 a 1 sobre o Ceará, quando perdeu a bola no lance que originou o gol dos cearenses. Abel Braga foi quem indicou o jogador, já que ambos trabalharam juntos nos Emirados Árabes Unidos. Porém, o treinador percebeu que pode ser um erro manter Márcio Rosário e deve ceder para que ele seja negociado.

Em relação ao nome que pode chegar, os que estão negociando são mantidos em segredo pela diretoria para evitar que especulações possam atrapalhar negociações em andamento.

Continua após a publicidade

‘Nós vamos reforçar o elenco sem sombra de dúvidas. Mas as posições e os nomes desejados só serão falados quando tiver algo de concreto. A torcida sabe que estamos trabalhando, pois conseguimos uma reposição à altura assim que o Mariano foi negociado para o futebol francês’, disse Sandro Lima, se referindo ao anúncio da contratação do lateral direito Bruno, um dos destaques do Figueirense no Campeonato Brasileiro.

O único nome que chegou a vazar para a imprensa foi o de Réver, que vem sendo convocado constantemente para a Seleção Brasileira. Porém, com contrato com o Atlético-MG até o fim de 2014, ele dificilmente será liberado. O Tricolor chegou a fazer sondagens ao presidente do Galo, Alexandre Kalil, mas foi barrado logo nos primeiros contatos.

Mas a zaga não é o único setor que o Fluminense vai reforçar. Para o meio-de-campo o nome a ser contratado é mesmo o de Wagner, ex-Cruzeiro e com os direitos federativos ligados ao Gaziantepspor, da Turquia. O Tricolor já acertou as bases salariais com o jogador e também os valores com os turcos. Porém pendências financeiras entre o atleta e o clube europeu estão atrasando o atestato liberatório, o que impede o Fluminense de anunciar oficialmente a chegada do jogador. 20

‘Estamos trabalhando no sentido de agilizar o mais rapidamente possível a situação do Wagner, mas não tenho nenhuma novidade para falar no momento’, disse Zeljko Tadic, ex-goleiro e que cuida da carreira do Fluminense.

O Fluminense também procura um lateral esquerdo para disputar posição com Carlinhos. Isso porque Jeferson, que é o reserva imediato no setor, não faz mais parte dos planos da comissão técnica. O jogador caiu em desgraça com a torcida após ter tido péssima atuação durante a derrota de 2 a 1 para o América-MG no segundo turno do Campeonato Brasileiro.

A ideia da diretoria do Fluminense, atendendo a um pedido de Abel Braga, é ter o elenco todo fechado até o início de janeiro, quando o grupo se apresenta para a pré-temporada.

Continua após a publicidade

Publicidade