Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fluminense prega equilíbrio para garantir vaga na quinta-feira

O Fluminense está animado após a goleada de 4 a 1 sobre o Botafogo no primeiro jogo da decisão do Campeonato Carioca. Agora, o time deixa o Estadual de lado e volta as suas baterias para mais um difícil compromisso, na próxima quinta-feira, às 22h (de Brasília), diante do Internacional, no Engenhão, pela rodada de volta das oitavas de final da Copa Libertadores.

Os tricolores estão se preparando para este duelo sem levar tanto em consideração o regulamento, pois entendem que o equilíbrio entre os setores é que pode pesar favoravelmente aos anfitriões.

‘O Internacional tem um time de muita qualidade, com jogadores que podem fazer a diferença e não podemos facilitar as coisas. É como se fosse uma decisão de campeonato e precisamos estar equilibrados entre os setores para termos a melhor estratégia e ganharmos a partida. Temos que ser eficientes no ataque para decidir e impecáveis na marcação para não sermos surpreendidos’, disse o zagueiro Gum.

O meia brasileiro naturalizado português Deco concorda. ‘Nesse tipo de jogo é preciso o time estar equilibrado, pois o regulamento pode jogar a favor ou contra. Tudo depende da maneira como se comporta dentro das quatro linhas. Não podemos ficar apenas nos defendendo, já que o zero a zero não nos serve. Porém, também não dá para se expor quando o adversário também precisa marcar gols. O equilíbrio entre os setores é fundamental’, disse o jogador.

Pelo regulamento da Copa Libertadores, que privilegia os gols anotados como visitante, empates com tentos classificam o Internacional, já que o confronto de ida, no Rio Grande do Sul terminou empatado. Novo 0 a 0 forçará a disputa de pênaltis e quem ganhar se classifica para duelar com o vitorioso do encontro entre Boca Juniors e Unión Española, do Chile.

‘O Internacional está longe de ser um adversário fácil e com certeza vem em busca de gols, pois precisa deles para definir a classificação. Nós queríamos ter construído uma vantagem no confronto de ida, mas atuar no Rio Grande do Sul não é nada fácil. Vamos precisar de tranquilidade no Engenhão e de um time muito equilibrado’, completou o atacante Rafael Sobis.