Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Fluminense empata e cumpre meta final por Libertadores

Por Da Redação 4 dez 2011, 18h31

Por Leonardo Maia

Rio – O Fluminense enfrentou o Botafogo neste domingo, em Volta Redonda, com duplamissão. Conquistar um ponto que o levasse à fase de grupos da Libertadores e fazer de Fred o artilheiro do Campeonato Brasileiro. O objetivo mais importante foi alcançado, com o empate por 1 a 1, no Raulino de Oliveira. Fred deixou o seu, mas ficou a um do artilheiro Borges, do Santos – 23 a 22. Com o empate no clássico entre Vasco e Flamengo, o Rio terá pela primeira vez três de seus grandes no principal torneio das Américas.

O alvinegro precisava vencer e ainda torcer contra quatro outras equipes para chegar à quinta colocação e retornar à competição continental depois de 16 anos. Mas a queda de rendimento no fim alijou os botafoguenses da disputa. Mesmo uma vitória neste domingo não teria sido suficiente.

A partida começou movimentada, com boas chances para ambos os lados. Loco Abreu teve boa oportunidade logo no primeiro minuto. Mas o gol foi tricolor. Diguinho recebeu livre na esquerda e cruzou na medida para Fred dominar e fuzilar Jefferson. O seu 22.º gol no campeonato.

Mesmo no gramado ruim do Raulino de Oliveira, os botafoguenses trabalhavam bem a bola e chegaram ao empate aos 12. Felipe Menezes recebeu de Renato e chutou cruzado. Dois minutos depois, quase veio a virada. Maicosuel fez jogada individual e chutou rente ao poste.

Depois deste bom início, o jogo caiu em marasmo. Com a vitória parcial do São Paulo por 3 a 0 sobre o Santos, mesmo uma eventual vitória botafoguense não levava o time para a Libertadores. Classificado para a fase de grupos com o empate, o Fluminense também pouco se aventurava no ataque.

“Precisamos pelo menos resgatar a identidade que apresentamos durante toda a competição”, comentou Menezes, ciente de que a missão de chegar à competição continental era improvável.

O segundo tempo foi todo do Botafogo, que chegou a balançar as redes duas vezes. Ambos os lances, porém, foram anulados. Caio, aos 19, testou para o gol depois de escanteio, mas o bandeirinha acusou a saída de bola na cobrança. Aos 26, Loco Abreu foi encontrado em impedimento.

Valencia ainda foi expulso aos 31, mas não houve mudança no placar. No balanço final, os tricolores vão comemorar o retorno à Libertadores, apesar da turbulência política e da saída de Muricy Ramalho. Para os alvinegros, muitas lamentações por mais um ano perdido.

Continua após a publicidade

Ficha técnica:

Botafogo 1 x 1 Fluminense

Botafogo – Jefferson; Alessandro, Gustavo, Fábio Ferreira e Cortês; Marcelo Mattos (Alex), Renato, Elkeson (Caio), Felipe Menezes (Thiago Galhardo) e Maicosuel; Loco Abreu. Técnico – Flávio Tenius (interino).

Fluminense – Diego Cavalieri; Mariano, Elivélton, Leandro Euzébio e Carlinhos; Diguinho, Valencia, Deco (Lanzini) e Marquinho (Diogo); Rafael Sóbis (Matheus Carvalho) e Fred. Técnico – Abel Braga.

Juiz – Antônio Carvalho Schneider (RJ).

Cartão amarelo – Marcelo Mattos, Felipe Menezes, Elkeson. Diguinho, Diego Cavalieri, Marquinho e Leandro Euzébio.

Cartão vermelho – Valência.

Renda e público – não disponíveis.

Local – Raulino de Oliveira, em Volta Redonda (RJ).

Continua após a publicidade
Publicidade