Clique e Assine por somente R$ 2,50/semana

Fluminense dá vexame, cai diante do América-MG e perde a chance de liderar

Por Da Redação 12 nov 2011, 20h10

O Fluminense não aproveitou a chance de assumir provisoriamente a liderança do Campeonato Brasileiro ao ser derrotado na noite deste sábado pelo América-MG por 2 a 1 em pleno estádio do Engenhão, em um dos confrontos que abriram a 34rodada.

Bastante desatento em campo, o Tricolor, que teve seu gol anotado por Rafael Moura, permaneceu com 56 pontos, em terceiro lugar, e ainda pode perder importantes posições no domingo. Já o Coelho, que venceu graças a gols marcados por Kempes e Alessandro, chegou aos 31 pontos, permanecendo na zona de rebaixamento. Porém jogou a lanterna para o Avaí, que foi derrotado pelo São Paulo e estacionou nos 29 pontos. Na semana passada os mineiros já tinham aprontado ao baterem o líder Corinthians pelo mesmo marcador.

O Jogo – O que se viu no começo do jogo foi um Fluminense extremamente nervoso com a possibilidade de assumir a liderança. Errando muitos passes, o Tricolor era dominado pelo América, que primeiro procurou se defender para depois atacar. Uma prova da dificuldade do time carioca de penetrar na defesa rival foi que o primeiro chute a gol saiu apenas aos 22 minutos, quando Jeferson cobrou uma falta sobre o gol defendido por Neneca.

O lance, ao invés de acordar o Fluminense, serviu para animar o América, que assustou aos 24 minutos. Após cobrança de escanteio, Gilson escorou e Marquinho evitou o gol sobre a linha. No minuto seguinte Amaral cobrou falta e o goleiro Diego Cavalieri deu rebote.

Na divivida, Fred cometeu pênalti em Wilian Rocha. O árbitro Wilton Pereira Sampaio anotou a penalidade. Na cobrança, porém, Fábio Júnior desperdiçou, com o goleiro salvando e fazendo a bola ainda bater na trave antes de afastar completamente o perigo.

Se não fosse a falta de pontaria de Fábio Júnior o América teria ido para o intervalo goleando o Tricolor. Aos 30 minutos, o veterano atacante escorou cruzamento de Marcos Rocha e, livre na pequena área, mandou a bola sobre o gol. Três minutos depois foi a vez de Diego Cavalieri salvar com os pés o chute do artilheiro do Coelho.

Continua após a publicidade

Quando o goleiro do Fluminense dava sinais de que brilharia e não seria vazado, o América abriu o marcador justamente com uma falha de Diego Cavalieri. Kempes foi lançado pela direita e bateu cruzado, com a bola passando debaixo do arqueiro tricolor antes de entrar.

O Fluminense voltou para o segundo tempo com Diguinho e Araújo nas vagas de Valencia e Lanzini, respectivamente. As mudanças surtiram efeito, com o Tricolor conseguindo melhorar seu poder de penetração na defesa rival. Prova disso foi que logo aos dois minutos Rafael Sobis, em um chute cruzado, exigiu boa defesa de Neneca. Três minutos depois foi a vez de Rafael Sobis chutar a bola para fora.

Porém, o América não se limitou a recuar, explorando com perigo, em contra-ataques, os espaços deixados pelos avanços dos tricolores. Aos seis minutos, Fábio Júnior entrou na área e chutou cruzado, na rede pelo lado de fora. Três minutos depois foi a vez de Marcos Rocha arrematar para fora de dentro da grande área.

O Fluminense, por sua vez, continuava no campo de ataque, em busca do empate, embora com ligações diretas entre a defesa e o ataque. Mesmo assim as chances apareciam. Aos 18 minutos Fred cobrou falta e o goleiro defendeu. Quatro minutos depois Rafael Moura pegou sobra dentro da área, mas chutou em cima da zaga. A entrada do He-Man, por sinal, na vaga de Jeferson, fez o Tricolor ficar com quatro atacantes em campo. Além dele, tentavam o empate Araújo, Rafael Sobis e Fred.

A partir da segunda metade da etapa final o Fluminense se lançou ainda mais desesperadamente ao ataque, sendo castigado com o segundo gol do América aos 33 minutos. Após triangulação do ataque do Coelho, Alessandro recebeu na área e chutou sem chances para Diego Cavalieri.

Quando tudo parecia indicar que o Fluminense estava morto em campo, o time da casa descontou aos 36 minutos. Após cruzamento na área, Rafael Moura recebeu e chutou duas vezes antes de vencer Neneca. O lance animou o Tricolor, que por muito pouco não conseguiu o empate aos 41 minutos, em chute cruzado de Fred, defendido por Neneca. Depois disso os mineiros conseguiram administrar a vantagem até o apito final do árbitro.

As duas equipes voltam a campo na próxima quarta-feira, às 20h30(de Brasília). O Fluminense, novamente no Engenhão, recebe o Grêmio. Já o América, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), mede forças com o Botafogo.

Continua após a publicidade
Publicidade