Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fluminense bate Atlético-PR e é campeão da Primeira Liga

Marcos Júnior entrou na segunda etapa e marcou o gol que deu o título da Copa Sul-Minas-Rio ao clube carioca, em Juiz de Fora

O Fluminense é o primeiro campeão da história da Primeira Liga. Na noite desta quarta-feira, a equipe carioca bateu o Atlético Paranaense por 1 a 0, em Juiz de Fora (MG), e levantou a inédita taça do torneio organizado por clubes de Minas Gerais, Rio de Janeiro, Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O gol do título foi marcado por Marcos Júnior, que entrou no segundo tempo.

O torneio, organizado de forma independente e visto como uma alternativa aos Estaduais e embrião para uma futura liga nacional, não contou com o aval da CBF. No entanto, após várias liminares e decisões judiciais, a entidade máxima do futebol brasileiro teve de aceitar a competição. Antes de chegar à decisão, o Fluminense foi o primeiro na fase de grupos e venceu o Internacional na semifinal.

Primeira Liga apresenta propostas à CBF e dá primeiro passo para organizar o Brasileirão

Apesar do placar simples, a final no interior de Minas foi aberta, com várias chances ambos os times. O atacante Walter, ex-Fluminense, teve a primeira chance atleticana em um chute forte, bem defendido por Diego Cavalieri. Em seguida, o Fluminense passou a dominar, mesmo sem seu capitão Fred, suspenso. Aos nove minutos, Gerson teve boa chance, mas Weverton fez grande defesa.

O Atlético respondeu novamente com Walter. O atacante driblou Gum, mas finalizou para fora. Na sequência, Vinicius, outro ex-jogador do Fluminense, acertou um forte chute no travessão e assustou a torcida tricolor, maioria no estádio Mário Helênio.

No segundo tempo, o Fluminense recuperou o controle do jogo. Aos seis minutos, Magno Alves recebeu passe e driblou Weverton, mas perdeu o ângulo e desperdiçou o gol. Aos nove, Gustavo Scarpa arriscou de longe e o goleiro defendeu.

O gol do título só veio no fim da partida. Marcos Junior, que saiu do banco de reservas, recebeu passe de Magno Alves, ganhou da zaga na velocidade e bateu por baixo de Weverton, aos 38 minutos. Mesmo com a vantagem, a equipe dirigida por Levir Cupli não recuou e ainda teve uma última chance com o veterano Magno Alves. Foi o primeiro título do Fluminense desde o Brasileirão de 2012.

(com Estadão Conteúdo)