Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fluminense aciona patrocinadora para ficar com Rafael Sóbis

A diretoria do Fluminense já está planejando a próxima temporada e os dirigentes têm em maõs uma lista apresentada pelo técnico Abel Braga com os nomes de possíveis reforços, de atletas que não fazem mais parte dos planos e daqueles que ele deseja ver com o vínculo renovado por mais tempo. Nesse terceiro caso se enquadra o atacante Rafael Sobis, que chegou no meio do ano nas Laranjeiras sob a desconfiança da torcida, porém, aos poucos, foi mostrando serviço e marcou gols decisivos na campanha que levou o Fluminense a conquistar uma vaga na próxima Copa Libertadores.

Com contrato apenas até a metade do ano, Rafael Sobis tem seus direitos federativos ligados ao Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. Para adquirir em definitivo o jogador, o Tricolor terá que desembolsar R$ 14 milhões, valor considerado fora da realidade do futebol brasileiro. Sendo assim, o vice-presidente de futebol, Sandro Lima, que está cuidando desta transação, tem atuado em conjunto com Jorge Machado, procurador do atleta.

O Fluminense descarta a possibilidade de tentar renovar o empréstimo do jogador, pois os árabes não gostam muito deste tipo de situação. Após o primeiro empréstimo, normalmente, ou eles pedem o atleta de volta ou o negociam em definitivo. Diante desta prática de mercado, o clube age a fim de conseguir fazer uma operação financeira que prevê a compra em definitivo dos direitos federativos do atacante.

Sandro Lima teve o aval do empresário Celso Barros, presidente da Unimed, para negociar com Jorge Machado. Dessa forma, a empresa deverá entrar com uma boa soma para ajudar o Tricolor nesta empreitada. Em outra frente de negociação, Jorge Machado vai procurar os árabes na tentativa de reduzir o valor pedido pelo clube para liberar Rafael Sobis.

‘Os valores pedidos pelo Al-Jazira são fora da realidade do futebol brasileiro, mas pela minha experiência, sei que podemos tentar reduzir esse valor se nos anteciparmos na negociação, não esperando a proximidade do fim do contrato. O Fluminense quer contar com o jogador e o Rafael Sobis deixou claro que não pretende deixar o clube. Ele está muito feliz no Fluminense’, disse Jorge Machado.

Perder Rafael Sobis realmente não está nos planos de Abel Braga, que indicou o jogador, com quem trabalhou no Internacional e nos Emirados Árabes. Principalmente porque Martinuccio, Araújo e Ciro, as outras contratações do ano para o setor, não agradaram. Ciro deverá ser emprestado para pegar experiência, enquanto que Araújo será liberado para procurar outro clube. Já Martinuccio pode ser envolvido em alguma negociação como moeda de troca.

Além disso, Rafael Moura dá sinais de insatisfação por ser o eterno reserva de Fred e pode deixar as Laranjeiras. O He-Man tem sondagens de dois clubes da Inglaterra e a imprensa italiana já noticiou o interesse do Milan no jogador. Sendo assim, se torna cada vez mais importante para Abel Braga a permanência de Rafael Sobis.

Ainda em termos de ataque, o clube tende a contar com o retorno de Wellington Nem, que se destacou pelo Figueirense, sendo eleito a revelação do Campeonato Brasileiro. O jogador só não vai ficar em caso de uma boa proposta do exterior. Clubes da Ucrânia e da Rússia têm interesse no atleta, mas ainda não há nada de concreto.

Nos próximos dias o Fluminense também deverá dispensar mais jogadores. O primeiro a sair foi o zagueiro André Luis, demitido em uma situação que ameaça virar um longo processo judicial, uma vez que o clubve pretende colocar justa causa no atleta, que não aceita essa maneira de rescisão. O lateral esquerdo Jeferson, que estava em Portugal e atuou apenas na derrota de 2 a 1 para o América-MG, quando foi um dos piores em campo, é outro que não deverá permanecer. Araújo também já foi avisado que não faz parte dos planos da comissão técnica, assim como o volante Rodrigo, que deverá retornar ao Madureira-RJ para a disputa do Campeonato Carioca e da Copa do Brasil.