Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Flu supera erros de T. Neves com gol no fim e garante primeiro lugar

Em partida com final dramático, o Fluminense derrotou o Arsenal de Sarandi por 2 a 1, nesta quarta-feira, em Buanos Aires, e garantiu o primeiro lugar geral na fase de grupos da Taça Libertadores. O Tricolor chegou aos 15 pontos ganhos no Grupo 4 e não pode ser mais alcançado por nenhum competidor.

Thiago Neves desperdiçou a cobrança de pênalti aos 45 minutos do segundo tempo quando o meia Torres estava no gol porque Campestrini tinha sido expulso e o time argentino já tinha gasto as três substituições.

Apesar da vitória alcançada diante da equipe reserva do Arsenal, o desempenho do time comandado por Abel Braga foi muito irregular, com muitos erros de passes e várias chances perdidas, principamente com Thiago Neves que estava numa noite infeliz.O Jogo – Diante de arquibancadas vazias, o Fluminense começou a partida no ataque e logo no primeiro minuto,Deco fez ótimo lançamento para Wellington Nem, que dominou e rolou para Thiago Neves que tentou encobrir o goleiro argentino mas a bola passou bem perto do travessão. O time argentino atuava de forma tímida e quase não conseguia se aproximar da área brasileira. Aos nove minutos, Wellington Nem arrancou pelo meio e foi derrubado por Gerlo na entrada da área. Deco bateu a falta com grande perigo para o goleiro Campestrini.

O time dirigido por Abel dominava completamente a partida e aos 12 minutos, após boa troca de passes, Carlinhos arrancou pela esquerda e cruzou para Rafael Moura, mas o zagueiro Gerlo salvou, cabeceando para fora.

Aos 14 minutos, o Fluminense perdeu o atacante Wellington Nem que sentiu uma fisgada na coxa esquerda quando tentou a arrancada com a bola dominada. Rafael Sobis entrou em seu lugar. Aos 17 minutos foi a vez de Thiago Neves arriscar para boa defesa de Campestrini.

O primeiro ataque da equipe argentina só aconteceu aos 19 minutos em cobrança de falta de Caffa que Diego Cavalieri defendeu com segurança. Aos 21 minutos, o goleiro tricolor voltou a trabalhar para evitar o gol do Arsenal em chute de Caffa. Na cobrança do escanteio, Cavalieri voltou a fazer boa defesa. espalmando para escanteio a cabeçada de Cuesta.

A saída de Wellington Nem acabou com as jogadas de velocidade da equipe das Laranjeiras, principalmente porque Deco participava pouco do jogo, apesar dos gritos do treinador tricolor. Aos 27 minutos, Thiago Neves foi derrubado na entrada da área. Ele mesmo cobrou, mas mandou a bola para fora.Aos 34 minutos, o Fluminense marcou o primeiro gol. Carlinhos saiu da esquerda com a bola dominada, tabelou com Rafael Sobis, entrou na área e tocou na saída do goleiro Campestrini. O time argentino tentou pressionar para buscar o empate mas errava muito passes e ainda deixava espaços para as jogadas de contra ataque do Fluminense como aconteceu aos 40 minutos quando Deco e Thiago Neves arrancaram em velocidade e só foram contidos na pequena área argentina.

Mal o segundo tempo começou, o Fluminense perdeu uma chance incrível para ampliar o marcador. Thiago Neves foi lançado entre os zagueiros e chutou em cima do goleiro Campestrini quando tinha tudo para marcar. Logo depois o mesmo Thiago Neves recebeu bom passe na área mas caiu ao se chocar com o zagueiro e acabou caindo, mas o árbitro considerou o lance como normal.

Depois dos 15 minutos, o Arsenal passou a atuar de forma mais agressiva, levantando bolas para área e dando trabalho aos zagueiros tricolores. Aos 19 minutos, Diego Cavalieri apareceu muito bem em falta cobrada por Adrian González, espalmando para escanteio.

O técnico Abel Braga gritava muito para que a sua equipe segurasse a bola mas os erros de passe no meio campo acabavam frustrando o treinador tricolor.

Aos 25 minutos, o time argentino criou mais problemas para a defesa brasileira. Um cruzamento para Blanco quase acabou nas redes tricolores mas Edinho alivou o perigo, dando um bico para fora da área.

Mesmo sem mostrar um bom futebol, o Arsenal se aproveitava da passividade da equipe brasileira para tentar buscar o gol do empate.

Aos 34 minutos um chutão do zagueiro Gum encontrou Rafael Sobis entrando livre na área mas o atacante se desequilibrou no choque com Adrian González e caiu pedindo pênalti, mas o árbitro nada marcou.

O Arsenal empatou aos 35 minutos. Após cobrança de falta na área, o goleiro Diego Cavalieri não conseguiu cortar e Aguirre dividiu com Rafael Moura e mandou a bola para as redes brasileiras. No minuto seguinte, Rafael Sobis lançou Thiago Neves em profundidade e o atacante foi derrubado pelo goleiro Campestrini que acabou expulso. O meia Torres foi para o gol e acabou defendendo a cobrança de Thiago Neves que bateu fraco e permitiu a defesa do improvisado goleiro.

O Tricolor partiu com tudo para o ataque e aos 47 minutos, Lanzini entrou pela direita e cruzou para Rafael Moura mergulhar de cabeça e marcar o gol da vitória do Fluminense.