Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Flu bate Pinheiros e fatura Brasileiro de Polo Aquático

Por AE

Rio – O Fluminense conquistou neste domingo o título da Liga Nacional Masculina de Polo Aquático. Jogando no Rio, no Parque Aquático Maria Lenk, a equipe carioca derrotou o Pinheiros por 10 a 6 e se tornou o primeiro time a conseguir quebrar a hegemonia dos pinheirenses, campeões das três primeiras edições da Liga Nacional, vencendo o Flu na decisão de todas elas. Este foi o primeiro jogo de polo aquático no Maria Lenk, palco da modalidade nos Jogos Olímpicos do Rio, em 2016.

Juntas, as duas equipes tinham nove dos 13 jogadores que defenderam o Brasil no Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Os demais brasileiros que estiveram no México defendem Sesi e Botafogo, semifinalistas da Liga. A competição contou com atletas estrangeiros, como os norte-americanos James Krumpholz (Botafogo), Shea Buckner e o brasileiro naturalizado Tony Azevedo (ambos do Flu), todos da seleção do EUA.

Para coroar a festa do Flu, o título veio de maneira invicta, com 17 vitórias em 17 jogos. O principal artilheiro da competição, porém, foi Gustavo Guimarães, o Grummy, do Sesi-SP, que marcou 50 gols.

A competição foi jogada em três etapas. As duas primeiras acontecem em novembro, uma no Rio, outra em São Paulo, classificando seis equipes para o hexagonal final, que aconteceu paralelamente ao Campeonato Brasileiro Sênior e ao Torneio Open de Natação, no Rio. Os quatro melhores avançaram para as semifinais – Paulistano e Flamengo foram os eliminados no hexagonal.

O técnico campeão, Carlos Carvalho, reclamou do formato da competição, mas pediu união aos clubes. “Acho que chegou o momento da união do polo brasileiro. Estamos na quarta edição da Liga e acho que a competição tem que ser mais longa, com jogos mais espaçados, mas com todos se conscientizando desta necessidade. Se quisermos que o esporte cresça, já passou da hora de concluirmos que desavenças não levam a lugar algum”, opinou.