Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Flamengo vence Nova Iguaçu na estreia de Vagner Love

Por AE

Rio – O atacante Vagner Love respondeu à grande expectativa pela sua estreia com muita disposição e garra. Mais do que isso, suportou quase os 90 minutos do jogo e, apesar de não marcar gol, foi fator importante na vitória do Flamengo sobre o Nova Iguaçu, por 2 a 0, neste domingo, em Macaé.

Há 25 jogos invictos pelo Campeonato Carioca, o Flamengo chegou a 12 pontos na edição deste ano e permanece em terceiro lugar no Grupo A, atrás nos critérios de desempate dos também vitoriosos Resende e Botafogo.

Na última rodada da Taça Guanabara, será necessária uma vitória no confronto direto com o Resende para o Flamengo poder alcançar as semifinais. Já o Nova Iguaçu, que ainda sonhava com a vaga, está agora eliminado.

O entusiasmo da torcida flamenguista para cada toque na bola de Vagner Love dava a dimensão da expectativa pela sua reestreia. E ele se esforçou, procurou espaços e lutou o tempo todo. Ficaram nítidos em alguns lances, porém, a falta de ritmo e fôlego. Uma bola perdida aqui, um drible falho acolá, mas o somatório geral foi positivo.

Vagner Love foi decisivo, por exemplo, no lance do primeiro gol do Flamengo. Tabelou lindamente com Ronaldinho Gaúcho, mostrando a afinação da dupla. Ronaldinho devolveu bola açucarada e Vagner Love tentou deslocar o goleiro do Nova Iguaçu. No rebote, Deivid tocou para o gol vazio: 1 a 0.

“Procurei me movimentar. Fizemos um gol logo no início e isso deu tranquilidade. Vamos ver se conseguimos ampliar no segundo tempo”, comentou Vagner Love, pedindo para voltar para os últimos 45 minutos. “Quero jogar”.

E ele voltou para participar de outro bom momento, quando tocou para Ronaldinho Gaúcho, que, por sua vez, rolou para Renato marcar. O gol, porém, foi corretamente invalidado por impedimento – Deivid já havia marcado em condição irregular na primeira etapa.

Aos 15 minutos, nada de errado com o chute forte de Renato, em cobrança de falta, com ótima contribuição do goleiro Jefferson, o que fez o Flamengo abrir 2 a 0 no placar.

Depois do segundo gol, o Flamengo puxou de vez o freio de mão. Talvez já pensando no jogo de quarta-feira, contra o Lanús, em Buenos Aires, pela Libertadores. Com isso, o Nova Iguaçu começou a ameaçar. Mas faltou qualidade na hora da finalização e a defesa flamenguista passou incólume pelo quinto jogo consecutivo.

FICHA TÉCNICA:

FLAMENGO 2 X 0 NOVA IGUAÇU

FLAMENGO – Felipe; Leonardo Moura, Welinton, David Braz e Junior César; Willians, Renato, Luiz Antônio (Maldonado) e Ronaldinho Gaúcho; Vagner Love (Negueba) e Deivid (Bottinelli). Técnico – Joel Santana.

NOVA IGUAÇU – Jefferson; Marcelinho, Naylhor, Vagner Eugênio e Chiquinho (Uallace); Filipe Alves, Amaral, Mossoró (Otávio) e Dieguinho; Zâmbi e Leandrão (Jones). Técnico – Leonardo Condé.

GOLS – Deivid, aos 13 minutos do primeiro tempo; Renato, aos 15 do segundo tempo.

ÁRBITRO – Vagner Magalhães.

CARTÃO AMARELO – Willians, Vagner Eugênio, Filipe Alves e Amaral.

RENDA E PÚBLICO – Não disponíveis.

LOCAL – Estádio Cláudio Moacyr, em Macaé (RJ).