Clique e assine a partir de 9,90/mês

Flamengo ‘escapa’ da convocação de Tite, mas perde Arrascaeta para Uruguai

Meia uruguaio, peça importante do clube carioca, será desfalque em dois jogos decisivos do Brasileirão, às vésperas da final da Libertadores

Por Da Redação - Atualizado em 25 out 2019, 15h49 - Publicado em 25 out 2019, 15h14

Se a convocação feita pelo técnico Tite nesta sexta-feira 25 trouxe alívio a diretoria do Flamengo, o mesmo não pode ser dito sobre a lista divulgada por Óscar Tabárez. O clube carioca não conseguiu evitar a chamada do meia Giorgian De Arrascaeta para a seleção uruguaia, que jogará no dia 15 de novembro contra a Hungria, em Budapeste, e no dia 19, ainda sem adversário e local definido. O rubro-negro não queria perder seus principais jogadores nos jogos decisivos do Campeonato Brasileiro, nem ter a preparação para final da Copa Libertadores atrapalhada pelas chamadas “datas Fifa”.

Tabela completa de jogos do Campeonato Brasileiro 2019

O Flamengo não terá Arrascaeta, jogador fundamental da equipe, no jogo contra o Grêmio, em Porto Alegre, no dia 17 de novembro, e no clássico contra o Vasco, que terá data alterada por coincidir com o final de semana da final da Libertadores, quando o time rubro-negro enfrentará o River Plate. Segundo o planejamento do clube, a delegação viajará para Santiago, sede da decisão, no dia 19, data do segundo amistoso da seleção uruguaia. Se atuar nessa partida, aliás, o meia terá menos de quatro dias para se recuperar.

Arrascaeta passou recentemente por uma artroscopia no joelho e sequer jogou os 90 minutos na goleada contra o Grêmio, por 5 a 0, no segundo jogo da semifinal da Libertadores, no Maracanã. Ao lado de Bruno Henrique e Gabriel Barbosa, o Gabigol, o meia é uma das principais armas ofensivas do Flamengo. Ele soma 11 gols e 10 assistências em 24 partidas no Brasileirão e Libertadores.

O Flamengo enfrenta o River Plate no dia 23 de novembro, no estádio Nacional, em Santiago, no Chile. A equipe brasileira tentará levantar sua segunda taça da Libertadores, depois de quase 40 anos da última – e única – final, em 1981, quando os rubro-negros derrotaram o Cobreloa por 2 a 1.

Publicidade