Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Flamengo encara Potosí e altitude para avançar na Libertadores

Nesta quarta-feira, o Flamengo terá uma difícil missão pela primeira fase da Libertadores. Além da crise que se instalou no clube por conta dos últimos acontecimentos, envolvendo a saída de Thiago Neves, as polêmicas declarações de Alex Silva, e o atrito gerado entre Luxemburgo e Ronaldinho, o Rubro-Negro terá de encarar a altitude e o Real Potosí, às 22 horas (de Brasília), se quiser avançar para a fase de grupos da competição.

Para esta partida, o Flamengo contará com força máxima. A equipe está na Bolívia desde a semana passada e poupou os principais atletas na primeira rodada do Carioca, visando à preparação para este confronto. Além do adversário, a altitude promete ser mais um problema para o time, mas os jogadores se mostraram confiantes em passar por cima dessas adversidades.

‘Em Potosí há problemas com a velocidade da bola. Treinamos um tempo a mais para pegar a batida na bola. Na hora do jogo, temos que fazer isso corretamente. Não é novidade. Sabemos de nossa qualidade e esperamos sair com uma vitória na quarta-feira’, disse o meia Renato Abreu.

Apesar da confiança que paira no Real Potosí, a equipe terá um baixa considerável para este duelo. O técnico Victor Zwenger não poderá contar com o atacante Gerardo Yecerotte, que estará cumprindo suspensão automática por conta da expulsão na Libertadores de 2011. Com isso, Angola deverá ganhar uma chance na equipe titular dos bolivianos.

Esta é a segunda vez na história que Flamengo e Real Potosí se enfrentam pela Libertadores. Em 2007, as duas equipes estiveram no mesmo grupo e travaram duelos muito equilibrados no torneio. Jogando na Bolívia, os cariocas sofrearam para conseguir um empate por 2 a 2, enquanto o confronto no Maracanã terminou com uma vitória rubro-negra por 1 a 0.

FICHA TÉCNICA

REAL POTOSÍ x FLAMENGO

Local: Victor Agustín Ugarte, Potosí (BOL)

Data: 25 de janeiro de 2012

Horário: 22h (de Brasília)

Árbitro: Líber Prudente (URU).

Assistentes: Carlos Pastorino e Carlos Changala (URU).

REAL POTOSÍ: Lapczyk; Centurion, Jiménez, Juarez, Torrico; Ortiz, Ovando, Pachi e Rivero; Angola e Torrez.

Técnico: Victor Zwenger

FLAMENGO: Felipe; Léo Moura, Welinton, David Braz e Junior César; Willians, Airton, Renato Abreu e Bottinelli; Ronaldinho e Deivid.

Técnico: Vanderlei Luxemburgo