Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fla-Flu histórico movimenta o Engenhão

Como vem se tornando rotina, Joel Santana comandou um treino fechado na manhã desta sexta-feira no Ninho do Urubu, liberando a entrada da imprensa bem depois do começo dos trabalhos. O treinador não confirmou a escalação do time que vai enfrentar o Fluminense neste domingo, às 16h(de Brasília), no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro.

No treino desta sexta-feira Joel procurou trabalhar variações da escalação a fim de testar formações mais ofensivas para o decorrer do confronto. Dessa forma, Renato Abreu chegou a ser deslocado para a lateral esquerda. O jovem Adryan, livre de uma entorse no tornozelo esquerdo, trabalhou com os demais e poderá ser aproveitado pelo treinador.

Ainda em relação ao time, o volante Amaral ganha a vaga de Aírton, que ainda não teve a sua documentação regularizada após assinar um novo contrato com o Rubro-Negro. Neste sábado os jogadores participam de um trabalho recreativo e depois começa o período de concentração para o clássico, que marca as comemorações do centenário do Fla-Flu. Fluminense e Flamengo se enfrentam neste domingo, às 16h(de Brasília), no Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ), em confronto válido pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro. A partida não é apenas mais uma pela competição, mas ganhou contornos históricos pela comemoração do centenário do clássico, que completou cem anos no sábado. No dia 7 de julho de 1912 aconteceu o primeiro encontro entre os dois times, nas Laranjeiras, e o Tricolor ganhou por 3 a 2.

Cem anos se passaram daquela ocasião, mas o clássico deste domingo guarda muito da história do duelo. O equilíbrio esperado entre os dois times, por exemplo, é um fator que perdurou ao longo de todas essas décadas. As campanhas das duas equipes, por exemplo, poderia fazer do Fluminense favorito, uma vez que, com 15 pontos, o time das Laranjeiras está entre os primeiros colocados e ganhou seus últimos três confronto, sendo o mais recente por 2 a 0 sobre o Náutico.

Já o Flamengo, que tem 12 pontos e fez 3 a 2 no Atlético-GO na rodada passada, está longe de ser um time confiável. O cargo do técnico Joel Santana está ameaçado e a pressão sobre os rubro-negros é enorme. Mas, pelo histórico dos grandes duelos, os tricolores minimizam o mau momento dos flamenguistas.

‘O Flamengo será sempre um rival muito complicado de ser batido, pois conta com jogadores experientes e capazes de decidir o jogo. O Fluminense também tem muita qualidade e por isso a nossa expectativa é de uma partida muito equilibrada, com o vencedor sendo conhecido na base do detalhe’, disse o zagueiro Gum.

Os jogadores do Flamengo também vivem a expectativa de um clássico equilibrado.

‘Acredito que como todo clássico teremos uma partida muito equilibrada, com qualquer um dos times podendo conquistar o resultado positivo. O Fluminense vem passando por um grande momento, mas o Flamengo também está se encontrando aos poucos na competição. Sabemos o que representa ganhar um jogo desse para a sequência do trabalho’, disse o goleiro Paulo Victor.

O lado histórico do clássico não foi esquecido pelos dois treinadores. Abel Braga destacou como seria bom sair vitorioso.

‘Em termos de Campeonato Brasileiro é apenas mais um jogo que vale os mesmos três pontos dos demais. Mas logicamente que gostaria muito de dair vitorioso, ainda mais por ser um clássico com grande valor histórico. Estamos preparados para fazermos um grande jogo e ganharmos do Flamengo’, disse Abel.

Já Joel Santana prefere lembrar que esteve presente em vários clássicos da história, defendendo os dois times. Ele, porém, não abre mão de uma vitória.

‘É um clássico diferente, dentro de uma dentro de uma história diferente, de dois clubes que viraram uma paixão. Tive a felicidade de estar em muitos desse clássico, pelos dois clubes. No Maracanã seria muito mais bacana. Mas acho que vai ser um grande jogo. E essa história não passa só por jogadores, mas envolve muita coisa. Quero chegar cedo no Engenhão e participar da festa desde início. Mas quero mesmo é sair com a vitória’, disse Joel.

Em relação à escalação os dois times não foram anunciados. no Flamengo, o lateral direito Leonardo Moura, com lesão na coxa esquerda, fica de fora mais uma vez. Só que agora quem vai atuar no setor é o volante Luiz Antonio, que será improvisado no posto. O volante Amaral ganha a vaga de Aírton, que ainda não teve a sua documentação regularizada após assinar um novo contrato com o Rubro-Negro. No meio-de-campo, o jovem Adryan, de grande atuação contra o Atlético-GO, pode começar jogando, mas precisa estar plenamente recuperado de uma entorse no tornozelo esquerdo. Caso ele seja vetado, o argentino Darío Bottinelli será usado no posto.

No Fluminense a principal novidade é o retorno do atacante Fred, livre de dores musculares na coxa direita, e que entrará na vaga de Samuel. O lateral direito Wallace assume o posto de Bruno, barrado. Já recuperado de uma artroscopia no joelho esquerdo, o meia Thiago Neves ficará como opção no banco de reservas.

FICHA TÉCNICA

FLUMINENSE-RJ X FLAMENGO-RJ

Local: Estádio Olímpico João Havelange, o Engenhão, no Rio de Janeiro (RJ)

Data: 8 de julho de 2012 (Domingo)

Horário: 16h(de Brasília)

Árbitro:Wagner Magalhães (RJ)

Assistentes: Dibert Pedrosa (Fifa-RJ) e Rodrigo Joia (Fifa-RJ)

FLUMINENSE:Diego Cavalieri, Wallace, Gum, Anderson e Carlinhos; Edinho, Jean, Deco e Wagner; Wellington Nem e Fred

Técnico:Abel Braga FLAMENGO: Paulo Victor, Luiz Antonio, Marllon, Marcos González e Magal; Amaral, Renato Abreu, Ibson e Bottinelli (Adryan); Diego Maurício e Vagner Love

Técnico: Joel Santana