Clique e assine com 88% de desconto

FIVB divulga time de Londres-2012 e confirma cortes na Seleção

Por Da Redação - 17 jul 2012, 14h33

A Confederação Brasileira de Vôlei (CBV) ainda não anunciou os atletas que integrarão as Seleções Brasileiras masculina e feminina nos Jogos Olímpicos de Londres-2012, mas pela segunda vez em uma semana outra entidade antecipou os cortes nos times. Nesta segunda-feira, a Federação Internacional de Vôlei (FIVB) divulgou os jogadores de todas as equipes das Olimpíadas, confirmando as dispensas nos times nacionais.

Na última sexta-feira, o Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos (Locog) divulgou a lista de todos os atletas brasileiros inscritos em Londres-2012, revelando os cortes de Sassá e Camila Brait na seleção feminina. Na masculina, Theo, Mário Junior e Lucarelli devem ser dispensados.

A lista feminina é a mais cercada por polêmicas, principalmente pela presença da ponteira Natália, que não atua desde a temporada passada, por conta de duas cirurgias para a retirada de um tumor na canela. Apesar de não treinar com a mesma intensidade das companheiras, a jovem atleta é considerada fundamental pelo treinador José Roberto Guimarães.

De acordo com o regulamento dos Jogos Olímpicos, pode haver mudança dos atletas até o congresso técnico da modalidade. Dessa forma, a líbero Camila Brait deve viajar junto com a Seleção, para ser inscrita caso Natália sofra com algum problema inesperado. Na última semana, Zé Roberto Guimarães causou polêmica com o corte de Mari, titular do Brasil em Atenas-2004 e Pequim-2008.

Publicidade

Segundo a lista apresentada pela FIVB, a Seleção feminina jogará as Olimpíadas com as levantadoras Fernandinha e Dani Lins, as centrais Adenízia, Thaísa e Fabiana, as opostos Sheilla e Tandara, as pontas Paula Pequeno, Natália, Fernanda Garay e Jaqueline e a líbero Fabi.

Já o time masculino conta com os levantadores Bruninho e Ricardinho, os centrais Sidão, Lucão e Rodrigão, os opostos Leandro Vissotto e Wallace, os ponteiros Murilo, Giba, Dante e Thiago Alves, e o líbero Serginho.

Publicidade