Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fittipaldi elogia mudanças na F-1 e analisa desempenho dos brasileiros

Bicampeão da Fórmula 1, Emerson Fittipaldi recebeu uma homenagem da Secretaria Municipal de Esportes, Lazer e Recreação de São Paulo, nesta segunda-feira. Além de comemorar o reconhecimento recebido, o ex-piloto aproveitou para ressaltar o momento dos brasileiros na F-1 e as mudanças implantadas nesta temporada na categoria.

‘O automobilismo vem crescendo cada vez mais em todo o mundo. Porém, no Brasil, em São Paulo especificamente, será realizada em setembro a 6 horas de Le Mans em Interlagos, uma prova válida pelo mundial de protótipos de Le Mans’, disse Fittipaldi.’Sendo assim, esta cidade será a única no mundo que terá Fórmula 1, Indy e Le Mans no mesmo ano, é simplesmente fantástico’, continuou o ex-piloto, que ainda elogiou as alterações nas regras da F-1 em 2011. ‘Este ano a Fórmula 1 melhorou muito, com muito mais ultrapassagens e corridas mais dinâmicas e emocionantes. Creio que a categoria tem tudo para melhorar ainda mais no ano que vem’, disse o veterano.

Representando o Brasil, Felipe Massa, da Ferrari, foi o melhor brasileiro do ano ao encerrar a temporada no sexto lugar. Para Fittipaldi, o piloto da escuderia italiana terá um rendimento muito superior ao visto em 2011.’Tenho certeza que no ano que vem o Felipe, com a Ferrari com um carro melhor, mais equilibrado e adaptado ao estilo dele de pilotagem, vai conseguir andar muito mais rápido. Neste ano ele se classificou várias vezes na frente de Fernando Alonso, que, na minha opinião, é o piloto mais completo do mundo’, explicou Emerson.

Além de Massa, Fittipaldi lembrou a época em que decidiu aposentar-se para ressaltar a fase de Rubens Barrichello, ainda sem uma equipe para competir no ano que vem. ‘No momento, se ele gosta de correr e quer continuar, ele deve seguir para não ficar frustrado caso pare. Ainda assim, se ele realmente pensa em parar, não seria um problema. Ele já fez o que tinha que fazer’, ressaltou o ex-piloto.

‘Quanto ao Bruno Senna, o vejo como um piloto de muito talento, mas com pouca experiência. Ainda assim, mostrou que tem muita velocidade. Impressionou a todos no Grande Prêmio do Brasil com um carro que não tinha muitas condições’, encerrou Fittipaldi, vencedor em duas oportunidades das 500 Milhas de Indianápolis.