Clique e assine com 88% de desconto

Final masculina de Roland-Garros terá seu desfecho na segunda-feira

Por Kenzo Tribouillard - 10 jun 2012, 17h22

A final do Grand Slam de Roland-Garros, iniciada neste domingo entre o sérvio Novak Djokovic, número um do mundo, e o espanhol Rafael Nadal, atual campeão do torneio, foi suspensa por causa da chuva e será retomada nesta segunda-feira, às 13h00 locais (8h00 no horário de Brasília).

No momento da interrupção, Nadal estava vencendo por 6-4, 6-3, 2-6 e 1-2, sendo que Djokovic estava iniciando uma reação ao vencer o terceiro set após ter perdido os dois primeiros.

A partida já tinha sido interrompida uma primeira vez, após uma hora e 52 minutos de jogo, quando o espanhol vencia por 6-4 e 5-3, e chegou a ser retomada, mas teve que ser suspensa novamente.

Nadal ficou furioso pelo fato de o árbitro ter mantido os tenistas em quadra por tanto tempo após a primeira interrupção, enquanto as primeiras gotas já começaram a cair no saibro da quadra Philippe Chatrier.

Publicidade

Esta é a segunda vez na história do torneio que a final não será concluída no domingo, após a edição de 1973.

O campeão daquele ano, o romeno Ilie Nastase, precisou esperar até a terça-feira para terminar sua partida contra o iugoslavo Niki Pilic, por causa da chuva enquanto o tempo efetivo de jogo foi apenas de uma hora e meia (6-3, 6-3 e 6-0).

Nadal busca o inédito heptacampeonato no torneio parisiense, para bater o recorde do lendário sueco Bjorn Borg, que igualou no ano passado.

Já Djokovic pode conseguir outra grande façanha: a de conquistar os quatro torneios do Grand Slam de forma consecutiva (conquistou as últimas edições de Wimbledon, do US Open, em 2011, e do Aberto da Áustrália, no início deste ano).

Publicidade

As instalações de Roland-Garros serão reformadas nos próximos anos e a quadra Philippe Chatrier deve ganhar uma cobertura em 2017.

Publicidade