Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fim do sonho do Golden Slam: Djokovic é eliminado pelo alemão Zverev

Tenista sérvio venceu o primeiro set, mas levou a virada do alemão, que agora lutará pelo ouro em Tóquio com o russo Karen Khachanov

Por Da Redação Atualizado em 30 jul 2021, 07h19 - Publicado em 30 jul 2021, 07h17

Novak Djokovic, o número 1 do tênis, embarcou rumo aos Jogos Olímpicos de Tóquio com dois objetivos: conquistar o único título que lhe falta na carreira e, de quebra, manter a chance de conquistar o chamada Golden Slam (os quatro Grand Slams e mais o ouro olímpico). O sérvio chegou perto, mas parou no alemão Alexander Zverev, 5º colocado do ranking da ATP, que venceu a semifinal por 2 sets a 1, nas parciais de 1/6, 6/3 e 6/1, e avançou à final do tênis masculino na capital japonesa. 

Recém-consagrado como recordista de títulos de Grand Slam (20, empatado com Roger Federer e Rafael Nadal) com a conquista de Wimbledon, Djokovic venceu o primeiro set com tranquilidade e parecia perto de concretizar seu objetivo. No entanto, o tenista alemão de 24 anos mostrou toda a qualidade que faz dele uma das estrelas jovens do tênis e conseguiu a virada.

Apenas quatro jogadores, entre homens e mulheres, tem no currículo o chamado Golden Slam (títulos de Aberto da Austrália, Roland Garros, Wimbledon, Us Open e Olimpíadas): são eles os americanos Andre Agassi e Serena Williams, a alemã Steffi Graf e o espanhol Rafael Nadal. Apenas Graf obteve o feito em um mesmo ano, na temporada 1988, feito que Djokovic repetiria caso vencesse os Jogos de Tóquio e depois o US Open.

Na decisão, Zverev, que se emocionou ao final da partida e recebeu um forte abraço do adversário, brigará pela medalha de ouro com o russo Karen Khachanov (25º do mundo). Djokovic, por sua vez, tentará repetir o bronze de Pequim-2008 diante do espanhol Pablo Carreño Busta (11º). 

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade