Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Filipe Toledo vence final brasileira em Peniche e entra na briga por título mundial

Com direito a nota 10, surfista de 20 anos bate Ítalo Ferreira, vence sua terceira etapa no ano e chegará à última etapa, no Havaí, em segundo lugar

Em uma tarde histórica para o surfe brasileiro, Filipe Toledo caprichou nos aéreos e venceu o compatriota Ítalo Ferreira em uma disputadíssima final na etapa de Peniche, em Portugal, a penúltima da temporada de 2015 do Circuito Mundial de Surfe (WCT). Com direito a uma onda perfeita, que lhe rendeu uma nota 10, o surfista de Ubatuba (SP) superou por pouco o amigo potiguar, por 17.83 a 17.13, e entrou na briga pelo título, faltando apenas uma etapa da temporada. Com sua terceira conquista no ano – já havia vencido em Gold Coast e no Rio de Janeiro – Filipinho, de 20 anos, chegou à segunda posição do Mundial, atrás apenas do australiano Mick Fanning. A última etapa, em Pipeline, no Havaí, acontece entre 8 e 20 de dezembro.

Filipinho já iniciou a decisão de forma impressionante, com um aéreo excepcional que recebeu nota 10. Ítalo Ferreira, no entanto, não se abateu e beirou a perfeição com um aéreo altíssimo, que recebeu nota 9.93. A decisão seguiu equilibrada e Toledo conseguiu mais uma pequena vantagem nas manobras: 7.83 a 7.20 para conquistar o título. Toledo havia chegado à final da etapa portuguesa ao vencer o americano Brett Simpson, por 14.60 a 12.94. Ítalo, por sua vez, havia eliminado o português Vasco Ribeiro na semifinal, e o atual campeão, Gabriel Medina, nas quartas.

Ainda no mar, Filipinho concedeu entrevista e se disse surpreso por entrar na briga pelo título. “Foi uma semana muito louca. Machuquei minhas costas, mas me recuperei, é incrível! O título nem era meu objetivo, mas agora tudo é possível, tenho que olhar para frente. Estou muito feliz.” Em seguida, já na areia, recebeu o troféu e foi ovacionado por portugueses e brasileiros ao discursar em seu idioma natal.

Leia também:

Surfe: Medina cai nas quartas para brasileiro em Portugal​

Surfe: Filipe Toledo lança filme durante etapa da Califórnia

Filipe Toledo: o caçula do surfe quer o título

Brasil – A temporada de 2015 confirmou a incrível evolução da Brazilian Storm (tempestade brasileira, em inglês, como vem sendo chamada a atual geração do país). Das 10 etapas da temporada disputada até agora, cinco foram vencidas por brasileiros (três por Toledo, uma por Medina e outra por Mineirinho). Esta foi a segunda final entre brasileiros na história do WCT. A primeira foi em 1999, quando Neco Padaratz venceu Fabio Gouveia nos EUA.

Com o título em Portugal, Filipinho chegou a 49.700 pontos, ultrapassando Mineirinho, terceiro colocado com 49.450. Fanning é o líder com 49.900. Quarto colocado, Gabriel Medina, com 45.450 também segue com chances de conquistar o bicampeonato, assim como Ítalo Ferreira, sexto colocado, com 41.600. Eles precisam chegar pelo menos até as finais da etapa de Pipeline, no Havaí, e torcer contra os demais concorrentes. Confira a classificação do Mundial de surfe.

Com a bandeira brasileira em mãos, Filipe é carregado nas areias de Peniche, em Portugal Com a bandeira brasileira em mãos, Filipe é carregado nas areias de Peniche, em Portugal

Com a bandeira brasileira em mãos, Filipe é carregado nas areias de Peniche, em Portugal (/)

(da redação)