Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fifa sugere calendário com menos jogos de seleções

Por AE

Genebra – A Fifa quer eliminar as partidas entre seleções que costumam ser disputadas nos meses de fevereiro e agosto, em uma medida que busca diminuir o mal-estar com os times europeus. O ajuste do calendário internacional para o ciclo 2015-2018 foi anunciado nesta segunda-feira, após uma reunião de diversas personalidades da comunidade futebolística internacional, reunião que foi boicotada pela Associação de Clubes da Europa.

Segundo a proposta de calendário, seriam disputadas rodadas duplas nos meses de março, setembro, outubro e novembro, além de junho nos anos ímpares. O calendário não estabelece datas específicas para os amistosos, indicou a Fifa em um comunicado oficial.

Inicialmente, os dois jogos serão disputados dentro da mesma confederação. Até poderão ser realizados em confederações diferentes, mas desde que sejam respeitados alguns critérios, como horas de voo.

Na reunião, a Fifa também definiu que os jogadores podem disputar mais de um torneio internacional por ano, mas competições olímpicas e de categorias de base não fazem parte do calendário internacional. Além disso, sempre que a Copa Africana de Nações e a Copa Ouro for disputada no mesmo ano da Copa das Confederações, será permitido que os jogadores das seleções da África e da Concacaf classificados para o torneio prévio da Copa do Mundo participem de ambos os campeonatos.

O Comitê Executivo da Fifa deverá aprovar o calendário em uma reunião que será realizada nos dias 29 e 30 de março. Os clubes, obrigados a ceder seus jogadores nas datas Fifa, pediram nos últimos anos um menor número de partidas das seleções no calendário internacional.