Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Fifa recebe mais de 1 mi de pedidos de ingressos em 24h

Nova fase para comprar bilhetes para a Copa de 2014 começou no domingo

Por Da Redação 9 dez 2013, 17h38

A Fifa divulgou nesta segunda-feira que em 24 horas quase 1,2 milhão de ingressos foram solicitados na segunda fase de vendas para a Copa de 2014. A maior procura foi de brasileiros, com 86% das solicitações. Na primeira fase de venda, dividida em duas etapas – uma com destinação dos ingressos por sorteio e outra por ordem de solicitação -, os torcedores não sabiam quais jogos estavam comprando, pois a comercialização aconteceu antes da definição dos grupos.

Leia também:

Fifa critica a selvageria no Brasil – e Dilma quer maior rigor

Ministro visita o Itaquerão e SP diz que há tempo de sobra

Com as chaves definidas, a Fifa abriu a nova fase de venda no domingo, com todos os jogos do Mundial definidos, e reservou uma cota de 16% dos bilhetes para os torcedores dos dois países que vão se enfrentar em cada partida. Nesta etapa, a ordem das solicitações pouco importa. O torcedor tem até o dia 30 de janeiro para fazer o pedido de ingresso. Depois, a Fifa fará um sorteio entre os interessados para definir quem ficará com os bilhetes disponíveis – não foi divulgado quantas entradas serão vendidas nesse período.

Continua após a publicidade

Leia também:

Fifa altera horário de sete jogos por causa do calor

A melhor Copa? Talvez não. Mas será, sim, a mais difícil…

Depois dos brasileiros, o maior número de pedidos de ingressos nas primeiras cinco horas de vendas foram, em ordem, de Estados Unidos (38.009), Argentina (30.659), Chile (23.014), Colômbia (12.103), México (11.580), Austrália (8.064), Alemanha (6.556), Inglaterra (6,469) e França (6.006). Entre 26 de fevereiro e 1º de abril, a Fifa promete abrir nova etapa das vendas, por ordem de chegada. E haverá uma última fase para comercialização, começando em 15 de abril e com término previsto para o dia da final da Copa, em 13 de julho, ou quando esgotarem os ingressos.

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade

Publicidade