Clique e assine a partir de 8,90/mês

Fifa compara problemas atuais aos de outras Copas: ‘No fim, tudo dá certo’

No Paraguai, Joseph Blatter se mostra otimista e diz que todas as obras relacionadas à Copa estarão concluídas a tempo

Por Da Redação - 5 fev 2012, 17h47

Os problemas de infraestrutura e as dúvidas quanto ao cumprimento dos prazos para a conclusão das obras relacionadas à Copa do Mundo do Brasil em 2014 não assustam a Fifa, segundo o presidente da entidade, Joseph Blatter. Em entrevista durante o Congresso Extraordinário da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol), Blatter disse que as dificuldades apresentadas são as mesmas que as sedes dos Mundiais enfrentam desde 1974.

“Como em todos os Mundiais que temos organizado nos últimos 30 anos, falam que os estádios não estarão prontos, que temos problemas nos aeroportos, nas estradas. No final, tudo será feito”, disse, demonstrando otimismo, neste domingo, no Paraguai.

Para Blatter, a paixão brasileira pelo futebol levará o país a organizar a maior Copa do Mundo da história. “O Brasil organizará um Mundial extraordinário, isso é fato. No momento, alguns duvidam, mas teremos um grande Mundial”, comentou. “Existem muitas discussões, mas a Fifa não tem dúvidas de que será um grande Mundial. Não temos dúvidas de que todas as construções estarão prontas. O Brasil é um país extremamente futebolístico.”

Em março de 2011, Blatter não se mostrava tão otimista quanto ao sucesso do Mundial no Brasil. Na época, ele disse que o país estava atrasado nos preparativos em relação ao que a África do Sul havia realizado no mesmo período. “A Copa do Mundo é amanhã e os brasileiros pensam que é depois de amanhã”, disse na época. Agora, aparentemente, ele acredita que Brasil e Fifa acertaram os calendários.

(Com GazetaPress)

Continua após a publicidade
Publicidade