Clique e Assine a partir de R$ 9,90/mês

FIA anuncia ‘análise detalhada’ do Grande Prêmio de Abu Dhabi

Revisão não tem como objetivo reverter resultado, mas 'tirar lições" da situação que levou à vitória de Max Verstappen

Por Da Redação Atualizado em 15 dez 2021, 20h12 - Publicado em 15 dez 2021, 20h02

Atribui-se a Vicente Matheus, folclórico presidente do Corinthians nos anos 80, a frase: “O jogo só acaba quando termina”. Por óbvio que pareça, indica ao torcedor não contar com o resultado antes do fim dos acréscimos do segundo tempo, porque o inesperado sempre pode acontecer. E não vale só para o futebol. Na Fórmula 1, Lewis Hamilton perdeu recentemente o Campeonato Mundial para Max Verstappen na última volta do Grande Prêmio de Abu Dhabi, criando uma polêmica sobre como as decisões envolvendo um acidente e a entrada do safety car na pista foram conduzidas pela direção da prova. Por isso, a FIA, órgão regulador do automobilismo, disse nesta quarta-feira, 15, que vai conduzir “uma análise detalhada” do final da temporada.

A FIA disse que a decisão do Grande Prêmio de Abu Dhabi, no domingo, criou uma polêmica que está “manchando a imagem do campeonato”. Verstappen, da Red Bull, conquistou seu primeiro título mundial ao passar Hamilton, da Mercedes, na última volta. Ele teve a oportunidade após uma decisão importante do diretor de corrida, Michael Masi. O inglês liderou 51 das 58 voltas até que um acidente com Nicholas Latifi, da Williams, trouxe o safety car para a pista. O holandês parou para trocar os pneus e Masi acabou revertendo uma decisão que mantinha os carros na mesma posição e acabou eliminando os retardatários entre os concorrentes.

A Mercedes entrou com dois recursos que foram indeferidos e agora pediu uma nova revisão do Tribunal Internacional de Recursos. Verstappen deve receber o troféu do campeonato na quinta-feira. A FIA entregou um relatório sobre o incidente ao World Motor Sport Council, em Paris. Em um comunicado, o órgão se pronunciou dizendo que a prova “gerou incompreensões e reações significativas de equipes de Fórmula 1, pilotos e fãs”. Segundo a federação, a revisão não tem como função reverter resultados. Ela servirá para “tirar lições desta situação e ter mais clareza ao comunicar aos participantes, mídia e fãs sobre os regulamentos atuais”.

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo de VEJA. Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app (celular/tablet).

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.



a partir de R$ 39,90/mês

MELHOR
OFERTA

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet. Edições de Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 9,90/mês

ou

30% de desconto

1 ano por R$ 82,80
(cada mês sai por R$ 6,90)