Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Festa e choradeira na zona mista da eliminação do vôlei

Enquanto brasileiras não continham as lágrimas, chinesas comemoram com gritos e abraços em jornalistas do seu país

Nada mais conflitante do que os sentimentos externados por jogadoras de Brasil e China após a partida desta noite no Maracanãzinho. Enquanto as chinesas comemoraram a vitória com berros e abraços em jornalistas do próprio país, as brasileiras se derramaram em lágrimas na zona mista do ginásio. Talvez a maior certeza de medalha brasileira nos Jogos de 2016, a seleção comandada por José Roberto Guimarães foi eliminada pela China por 3 sets a 2.

LEIA TAMBÉM:
Brasil sofre queda inesperada no vôlei feminino
Ágatha e Bárbara vencem Walsh e Ross e estão na final

A jogadora Virna, hoje comentarista da Band, apareceu no local para dar uma força às jogadoras que pareciam não acreditar no que aconteceu: “Minha ficha ainda não caiu. Quero exaltar a equipe. Orgulho de todas. Não podemos esquecer o que já fizemos pela seleção”, afirmou Fabiana.

Algumas atletas foram ainda mais duras ao analisar a eliminação traumática: “Infelizmente não deu. Demos o nosso máximo, mas a uma chinesa resolveu jogar e marcar 28 pontos. Erramos em momentos decisivos e quero pedir desculpas. Deitar na cama e dormir vai ser complicado”, afirmou Dani Lins. “Não foi por falta de vontade e dedicação”, comentou Natalia, chorando muito.