Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Ferrari confirma: no ano que vem, sai Alonso e entra Vettel

A troca já era esperada, mas foi oficializada só nesta quinta pela escuderia. 'É uma honra incrível ter a chance de guiar uma Ferrari', comemora tetracampeão

“Ele é uma combinação única de juventude e experiência”, disse o chefe da equipe Ferrari sobre Vettel

As especulações em torno do futuro do atual tetracampeão mundial de Fórmula 1 foram encerradas nesta quinta-feira, com a confirmação oficial da contratação do alemão Sebastian Vettel pela Ferrari acabaram.A escuderia italiana anunciou um acordo de três anos com o jovem fenômeno das pistas, que vai pilotar o carro vermelho nos campeonatos de 2015, 2016 e 2017. O acerto foi anunciado pela Ferrari logo depois da confirmação oficial da saída de Fernando Alonso. O adeus do espanhol não era novidade para ninguém, mas faltava o anúncio formal do fim da passagem de Alonso pelo time. O bicampeão mundial deverá ser anunciado pela McLaren ainda nesta semana, antes da corrida que fecha a temporada, o GP de Abu Dhabi, no domingo.

Leia também:

‘Schumacher �está paralisado e em uma cadeira de rodas�’

Bianchi sai do coma induzido e é transferido para a França

Fittipaldi, 67 anos, volta à pista para pilotar sua 1ª Ferrari

Críticas não abalam chefão da F1: ‘Só saio em um caixão’

Vettel, de 27 anos, passou por Sauber e Toro Rosso antes de chegar à Red Bull, em 2009. Alonso, 33 anos, estreou em 2001, pela modesta Minardi, e defendeu também a Renault (em duas oportunidades) e a McLaren. A Ferrari o elogiou ao comunicar sua saída, mesmo com um rompimento precoce do contrato entre as partes, que tinha mais dois anos de duração: “No rol dos grandes pilotos da escuderia, ele sempre ocupará um lugar especial. Oferecemos a ele nossa mais sincera gratidão por sua extraordinária aventura conosco”, disse o chefe da equipe, Marco Mattiacci. Alonso disse que a saída da Ferrari foi uma “decisão difícil, mas muito pensada”. Ele venceu onze GPs pela equipe italiana e ficou duas vezes perto de ser campeão pela escuderia. “Sem sombra de dúvida, meus cinco anos aqui incluíram alguns dos melhores momentos da minha carreira.”

Vettel, cujo colega de equipe na Ferrari será o finlandês Kimi Raikkonen, disse estar realizando um sonho ao assinar com a lendária escuderia. “Quando eu era garoto, Michael Schumacher, com seu carro vermelho, era meu grande ídolo. É uma honra incrível ter a chance de guiar uma Ferrari.” O chefe da equipe disse que a Ferrari “está depositando sua fé no mais jovem piloto a vencer múltiplos títulos na Fórmula 1”. “Ele é uma combinação única de juventude e experiência”, completou Mattiacci, que avisa que a equipe tentará “voltar à frente do grid o mais rápido possível”. A Ferrari conquistou seu último título do mundial de pilotos em 2007, quando Raikkonen foi campeão em sua primeira passagem pelo time. Na atual temporada, Vettel é o quarto colocado, com 159 pontos e nenhuma vitória no campeonato. Alonso vem logo atrás, com 157 pontos, também sem vencer nenhuma corrida em 2014.

Estreia – A Caterham vai ter um estreante em Abu Dhabi: o britânico Will Stevens, de 23 anos, vai formar dupla com o japonês Kamui Kobayashi. Ele vai ocupar a vaga do sueco Marcus Ericsson, que acertou com a Sauber. A equipe ficou fora das últimas duas etapas porque vive grave crise financeira e administradores judiciais ainda tentam garantir o futuro do time. A Caterham só viajou a Abu Dhabi graças a uma “vaquinha” on-line, que arrecadou quase 2 bilhões de libras em doações nas últimas duas semanas.