Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Fernando Diniz é o novo técnico do São Paulo

Horas após a demissão de Cuca, o ex-treinador do Flu foi anunciado até o fim da temporada; coordenador técnico Vagner Mancini deixa o time

Por Da Redação - Atualizado em 27 set 2019, 05h56 - Publicado em 27 set 2019, 00h01

No mesmo dia no qual Cuca deixou o comando técnico do São Paulo, o Tricolor anunciou o acerto com Fernando Diniz, que chega para ser o treinador da equipe até o final da temporada. O profissional estava sem clube depois de ser demitido do Fluminense. Pouco após o anúncio, o coordenador técnico Vagner Mancini – que a princípio voltaria a treinar o time interinamente – divulgou seu desligamento.

O Tricolor anunciou que Diniz fará sua estreia como treinador do São Paulo na partida contra o Flamengo, no Maracanã, neste sábado, às 19h. O técnico comandará o primeiro treinamento no CT da Barra Funda já nesta sexta-feira.

“É um sonho realizado. Estou muito feliz e pronto para este novo desafio na minha carreira. Tenho certeza de que faremos um grande trabalho juntos”, afirmou Diniz ao site oficial do clube.

Ao lado de Diniz, também chegam ao time paulista o preparador físico Wagner Bertelli e o auxiliar técnico Márcio Araújo, que começou a carreira como jogador nas categorias de base do São Paulo.

O treinador, que foi demitido do Fluminense há pouco mais de um mês, é conhecido por priorizar a posse de bola. No São Paulo, Diniz vai reencontrar o volante Tchê Tchê, com o qual trabalhou no Grêmio Osasco Audax.

Após encerrar a carreira como jogador, Diniz iniciou a trajetória como técnico no comando do Votoraty, do interior paulista. Após passar por outras equipes de São Paulo, o treinador ganhou maior projeção em 2016 no comando do Grêmio Osasco Audax, pelo qual foi vice-campeão paulista, competição da qual foi eleito o melhor treinador.

Publicidade

Fernando Diniz foi contratado pelo Athletico Paranaense em 2018 e teve a sua primeira oportunidade na elite do futebol brasileiro. No ano seguinte, dirigiu o Fluminense e não conseguiu fazer a equipe desgarrar da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro.

(Com Gazeta Press, Estadão Conteúdo e Agência Brasil)

Publicidade