Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Ferguson rechaça a possibilidade de Giggs comandar a seleção galesa

Por Da Redação 10 jan 2012, 09h25

Com a morte do ex-jogador e técnico da seleção do País de Gales, Gary Speed, a Federação Galesa de Futebol cogitou a possibilidade de Ryan Giggs, maior ídolo da história do futebol nacional, comandar a equipe. No entanto, a chance do jogador do Manchester United dedicar seus últimos anos como atleta profissional a uma atividade fora dos campos foi rechaçada pelo técnico Alex Ferguson.

Mesmo com a vontade do jogador declarada em assumir o País de Gales, Alex Ferguson acredita que um compromisso a mais para o experiente atleta seria prejudicial para o seu rendimento dentro de campo. Com 38 anos, o meia deverá ser procurado pelo comandante ao término desta temporada para renovar o seu contrato por mais um ano, anulando qualquer chance de sua participação fora das quatro linhas ser concretizada.

Com a negativa do Manchester United, o favorito para assumir a seleção galesa é Chris Coleman, ex-jogador do Fulham e Coventry, e que chegou a ser apontado como novo treinador da equipe antes do próprio Gary Speed, em 2010. Junto com o ex-atleta, a Federação também analisa os nomes de John Hartson, Brian Flynn, e dos assistentes de Speed, Raymond Verheijen e Osian Roberts.

Publicidade