Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Fenômeno do marketing, Ronaldo é confundido com Romário em congresso

Assunto em alta no Brasil, a Copa do Mundo de 2014 também teve espaço no 5Congresso da Indústria da Comunicação, sobretudo para a discussão de ações de marketing relacionadas ao futuro evento. Entre os convidados estava Ronaldo, um dos maiores jogadores de todos os tempos, maior artilheiro da história dos Mundiais, integrante do Comitê Organizador Local do torneio (COL) e presidente da agência de comunicação 9ine. Para muitos fãs, o Fenômeno tem uma imagem incontestável no mundo, certo? Errado.

Nem mesmo Ronaldo está alheio a uma confusão daqueles que não são fãs do futebol. Uma das participantes do congresso, a portuguesa Madalena Torres, ex-integrante da organização da Eurocopa-2004 principalmente na questão do turismo e da comunicação, se confundiu ao tentar elogiar o Fenômeno. ‘É um prazer estar ao lado do Romário’, sorriu a convidada, sem perceber a gafe.

Depois, Madalena Torres confirmou que o futebol nunca esteve entre as suas preferências. Aliás, ela nem sequer era favorável à organização portuguesa da Eurocopa antes de fazer parte do projeto através do governo do seu país.

‘Eu era contrária ao projeto da Euro pelos custos, por análises anteriores que tivemos na Expo 98, que foi prejudicial ao turismo português’, comentou. ‘Mas eu tenho marido e filho que são apaixonados por futebol’, emendou.

Ainda assim, Ronaldo foi o mais aplaudido entre os convidados do congresso da noite desta segunda-feira e, como sempre, muito solicitado pelos fãs para fotos. E, ainda por cima, foi definido como o grande ‘fenômeno de marketing’ pelo empresário José Victor Oliva, responsável pelo comando do painel de discussão sobre a Copa do Mundo de 2014.

Outro equívoco- Durante o congresso desta segunda-feira, Ronaldo se deparou com mais uma incômoda confusão, quando foi designado como um integrante da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). Para o ex-camisa 9, a ordem é fugir de qualquer relação com Ricardo Teixeira, ex-presidente da entidade e constantemente questionado sobre sua postura administrativa.

‘Tem que ficar muito claro qual é o meu papel, acho que está claro, faço parte do conselho do Comitê Organizador Local, sem remuneração financeira, estou doando minha imagem, meu tempo, algo para o meu País, para meu povo, esperando que seja recompensando com um evento vitorioso, bem feito’, avisou o ex-atacante.