Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

‘Feliz da vida’ no Flu, Abel Braga recebe proposta da Seleção Árabe

Por Da Redação 4 set 2011, 17h17

O técnico Abel Braga comemorou a heróica vitória do Fluminense sobre o Atlético-GO no último sábado, por 3 a 2, de virada, mas foi surpreendido pelo assédio da Seleção dos Emirados Árabes, que foi derrotada pelo Kuwait na segunda rodada do Grupo B das Eliminatórias da Copa do Mundo de 2014, estuda demitir o comandante esloveno Srecko Katanec e já pensa em contratar o brasileiro para o cargo.

Entre 2008 e 2011, Abel dirigiu o Al Jazira e o bom trabalho no comando do time emiratense chamou a atenção dos dirigentes da seleção nacional que, mesmo antes de dispensarem Katanec, já estabelecem contato com o atual técnico do Fluminense.

Durante a partida contra o Dragão, pelo Campeonato Brasileiro, em que a equipe virou o placar com gols aos 37, 41 e 45 do segundo tempo, o técnico do Tricolor Carioca ouviu gritos de ‘burro’ das arquibancadas, mas amenizou o fato logo depois do apito final: ‘O ‘time sem vergonha’ virou ‘time de guerreiros’ e eu nem ouvi essas vaias, estou feliz da vida’.

Os valores oferecidos pelos árabes são altos, fator decisivo para balançar Abel Braga, que está no Fluminense desde a quarta rodada do Brasileirão. Nesse período, em campanha irregular, conquistou oito vitórias, um empate e nove derrotas. Com as críticas, vieram as declarações do presidente do clube, Peter Siemsen, que garantiu o cargo do treinador e reconheceu o momento de transição que o clube vive após a conquista do Brasileirão de 2010.

O clube carioca anunciou a contratação de Abel em março mas, por conta de compromissos no Al Jazira, ele não pôde assumir o Fluminense naquele momento. A apresentação só foi realizada no mês de junho. Renato Gaúcho, que pediu demissão do Atlético-PR na última semana, é um nome visto com bons olhos pela diretoria do Tricolor caso Abel aceite o desafio árabe.

Continua após a publicidade
Publicidade