Clique e assine a partir de 9,90/mês

Felipe Melo rebate seguidor e nega soco em Clayson

"Nem com lupa vocês conseguem mostrar o que não aconteceu", afirmou o volante do Palmeiras, expulso após confusão no clássico em Itaquera

Por Da redação - 1 abr 2018, 11h48

As polêmicas da vitória do Palmeiras por 1 a 0 no primeiro jogo da final do Campeonato Paulista diante do Corinthians ganharam as redes sociais na noite de sábado. E um dos protagonista da maior confusão do clássico também entrou no debate: Felipe Melo, do Palmeiras, se disse injustiçado no lance em que ele e o corintiano Clayson foram expulsos pelo árbitro Leandro Bizzio Marinho, no fim do primeiro tempo, e negou que tenha dado um soco no adversário.

Felipe Melo ironizou um vídeo enviado por um internauta, em que ele aparece tocando as costas de Clayson, com quem já tinha um histórico de confusões. ‘Essa imagem quebrou o Felipe Melo”, escreveu o seguidor, que considerou o toque uma agressão. O jogador, então, respondeu: “Quebrou m… nenhuma, nem com lupa vocês conseguem mostrar o que não aconteceu!”

Horas antes, ainda na Arena Corinthians, Felipe Melo considerou sua expulsão exagerada. “Acho que paguei um pouco pelo meu nome, mas acontece. O que quero passar para vocês é que estou muito tranquilo, porque acho que foi a primeira vez que fui expulso sem fazer nada.”

“O que fiz foi tirar o meu time, as imagens são bem claras. Vi o Dudu um pouco acuado e o jogador do Corinthians (Clayson) indo atrás dele. Nesse meio tempo, ele veio para cima de mim para dar um soco. Ele é pequeno, eu me defendi e coloquei a mão para manter distância dele.”

Continua após a publicidade

Clayson e Felipe Melo se desentendem em jogos desde que o atacante atuava pela Ponte Preta. Já no dérbi paulista, no ano passado, o meio-campista do Palmeiras atirou sua munhequeira em Clayson na entrada dos vestiários. No encontro seguinte, eles não se cumprimentaram antes do jogo.

Após a vitória palmeirense por 1 a 0, os times voltam a se enfrentar no próximo domingo no Allianz Parque. Na terça-feira, também no seu estádio, o Palmeiras terá pela frente o peruano Alianza Lima pela Copa Libertadores.

(com Gazeta Press)

Publicidade