Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Felipão vê queda de nível, mas minimiza peso de derrota

Por Daniel Batista

São Paulo – O técnico Luiz Felipe Scolari creditou a derrota para o Mirassol, por 1 a 0, neste sábado, no Pacaembu, ao fato de alguns jogadores do Palmeiras terem caído de rendimento em comparação aos últimos jogos. “Temos que ver que alguns atletas estavam abaixo do nível hoje (ontem) e isso dificultou”, explicou.

Para o treinador, a possibilidade de não acabar a primeira fase do Campeonato Paulista entre os quatro mais bem colocados não preocupa. “Que vantagem eu teria? Jogar em casa? Não tenho casa”, ironizou Felipão, lembrando que o estádio do Palmeiras está em reformas.

Mas Felipão também fez questão de elogiar o Mirassol. “A derrota não foi acidente. Acidente é o Mirassol não estar na zona de classificação. Nos venceram porque foram mais organizados. Eles aproveitaram nossas falhas e estão de parabéns.”

Os jogadores usaram várias justificativas para explicar a derrota. Wesley colocou a culpa no goleiro Fernando Leal. “Tive três boas chances de marcar, mas infelizmente o goleiro estava em um dia bom”, analisou.

Para o goleiro Deola, a dificuldade da equipe se deu pelo fato de o time estar acostumado a jogar com três volantes que adotam posturas bem definidas. “Quando temos um time com três volantes temos maior segurança. Hoje (ontem) o time era mais ofensivo e tivemos dificuldades para marcar”, disse o goleiro, que se irritou com um repórter ao ser questionado se teria falhado no gol. “Você é um brincalhão, né?”. No vestiário, ele ainda discutiu com o jornalista.

Para o jogo contra o Guarani, no domingo, o Palmeiras deve contar com os retornos de Cicinho, Leandro Amaro e Marcos Assunção, poupados, mas não terá Juninho, que neste sábado recebeu o terceiro cartão amarelo. Antes, o time enfrenta o Horizonte, na quarta-feira, pela Copa do Brasil, em Fortaleza, no Ceará.