Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Felipão pede para que o Palmeiras não jogue a toalha

Por AE

São Paulo – O técnico Luiz Felipe Scolari deixou claro que não sabe mais o que fazer para o Palmeiras entrar nos eixos neste Campeonato Brasileiro. “Se é para perder, que pelo menos seja correndo e lutando pela bola, algo que faltou”, disse Felipão logo após mais uma derrota – 2 a 1 para o Figueirense, neste sábado, no estádio do Canindé, em São Paulo.

Constrangido com a situação, Felipão disse que o jeito é insistir e tentar fazer o time se encaixar através da persistência. “O jeito é trabalhar e tentar melhorar. Pelos pontos que temos ainda não falamos de rebaixamento. Nosso projeto inicial era título, mas sofreu algumas alterações e agora é Sul-Americana. Vou trabalhar para tentar manter pelo menos este objetivo”.

O curioso é que o goleiro Marcos, que acompanhou a delegação no jogo deste sábado, foi o único atleta que no vestiário parou para falar com a imprensa. Os outros passaram correndo ou fizeram sinal de que não queriam falar. Ele mandou um recado aos companheiros. “Torcedor cobra mesmo. Ele é espelho do que o time faz dentro de campo. O jogador tem de se motivar fazendo uma autocrítica para ver se jogou bem”.

Autor do único gol do Palmeiras, Ricardo Bueno foi o único que falou na saída do gramado e lamentou a situação do time. “Estamos lutando, brigando, mas falta concentração”. O atacante não fazia um gol desde o dia 10 de abril, quando ainda pelo Atlético Mineiro fez um gol contra a Caldense, no Mineiro. “Estou feliz pelo gol, claro, mas infelizmente ele veio com uma derrota, Eu trocava ele pela vitória. Está difícil demais nossa situação”.