Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Felipão ficou insatisfeito com treino: ‘Tudo errado’

Treinador não gostou do posicionamento dos titulares em situação de contra-ataque

“Não gostei do treinamento, foi tudo errado. Muita coisa errada, muita liberdade, muito contra-ataque, que não é o normal para nossa seleção. Passamos vídeo sobre como deveríamos nos comportar˜

O técnico Luiz Felipe Scolari não ficou satisfeito com o que viu na primeira semana de treinamentos da seleção para a Copa do Mundo. Após a atividade deste domingo na Granja Comary, em Teresópolis, o treinador admitiu que o desempenho tático dos jogadores ficou longe do esperado. Ele espera evolução para os amistosos contra Panamá, nesta terça-feira, em Goiânia, e Sérvia, na sexta, no Morumbi. “Não gostei do treinamento, foi tudo errado. Muita coisa errada, muita liberdade, muito contra-ataque, que não é o normal para nossa seleção. Passamos vídeo sobre como deveríamos nos comportar. Sabemos que não é o momento de cobrar, até pelo que estão sendo exigidos na parte física, mas o posicionamento tem que ser o correto”, declarou, em entrevista à TV Globo.

Leia também:

Thiago Silva, Paulinho e Fernandinho não jogam contra Panamá

Na seleção de Felipão, o treino mais importante é… no divã

Os 23 de Felipão, um Brasil que sabe vencer

A virada da seleção – e o que você pode aprender com ela

O que mais desagradou Felipão foi o posicionamento titular nos contra-ataques. “O adversário vai estar exposto muitas vezes. Algumas seleções deixam até na marcação individual. Se nosso goleiro consegue repor rápido, podemos chegar lá na frente. Mas no final do treinamento, os reservas fizeram isso. Por isso não gosto. Se treino os titulares e peço para fazerem algo, eles têm de saber que pode acontecer. Mas agora já foi, é corrigir e trabalhar em cima disso.”

Um dos principais responsáveis por puxar esse contra-ataque foi Hulk, autor de um gol e uma assistência quando atuou entre os reservas no treinamento. “Tenho gostado do Hulk. É um jogador que taticamente, em determinados momentos, dá equilíbrio pelos lados do campo, fazendo com que tenhamos marcação e melhor posicionamento. Como é rápido, ainda consegue chegar lá na frente e fazer os gols. Tem treinado bem.”

Apesar das críticas à seleção, o treinador amenizou no balanço dessa primeira semana, “Saio razoavelmente contente com o que vi. Mas ainda falta o jogo de terça, para ver se o que fizemos foi interessante ou se falta muito. Depois temos uns dias a mais e o jogo da Sérvia. Vamos ver se foi bastante proveitoso ou não para aquilo que estamos planejando.”

(Com Estadão Conteúdo)