Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Felipão contém euforia após vitória do Palmeiras em Lins

Por Da Redação 1 mar 2012, 08h57

Por Daniel Batista

São Paulo – A vitória por 3 a 1 sobre o Linense, obtida na noite da última quarta-feira, em Lins, não foi suficiente para fazer o técnico Luiz Felipe Scolari se empolgar. O treinador mantém os pés no chão e alerta que, apesar do placar, a atuação não foi a melhor da equipe na temporada.

“Foi um bom primeiro tempo, mas acho que o jogo contra o São Paulo foi melhor. Todos jogaram bem e se comportaram de uma forma que eu esperava. Se não fosse daquele jeito perderíamos. Aquele jogo foi ainda melhor que esse”, analisou o treinador, ao comentar o resultado que deixou o Palmeiras na vice-liderança do Campeonato Paulista, com 25 pontos.

Apesar do discurso moderado, o treinador fez questão de destacar a técnica do argentino Barcos e o fato de a equipe ter usado com eficiência a bola parada mesmo sem a presença do volante Marcos Assunção, suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

“O gol surgiu quando ninguém esperava. O Assunção não estava em campo para bater a falta, mas o Maikon (Leite) foi muito bem e a bola entrou. Depois tivemos um gol com a qualidade do Barcos. Tudo isso desarticula o adversário”, completou.

Para o duelo contra o São Caetano, no próximo domingo, às 16 horas, no Pacaembu,Felipão não poderá contar com o lateral-direito Artur e com o zagueiro Leandro Amaro, já que ambos estão suspensos pelo terceiro cartão amarelo. Cicinho e Román, respectivamente, aparecem como principais candidatos às respectivas vagas.

Continua após a publicidade
Publicidade