Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Felipão aponta ‘ciúme de homem’ como grande problema do Palmeiras

O técnico Luiz Felipe Scolari conhece bem os bastidores do Palmeiras. Acostumado em ver as brigas do clube, o pentacampeão reclamou do ciúme que existe no Verdão e acredita que este é o motivo para o coordenador Galeano não ganhar mais poderes para ajudar na administração do futebol.

‘Tem de passar primeiro por aquelas picuinhas de a, b ou c (para Galeano ter mais funções). Porque ele fez um gol importante, mas sempre tem um que não gosta, dizendo que era brucutu. Isso é ciúmes. Tem de parar com isso, porque ciúme de homem é dose. Aqui no Palmeiras, se alguém disser alguma coisa que não seja de a, b ou c, há ciúmes total e já aparece a guerra’, afirmou.

Ex-volante do clube e autor de um gol fundamental contra o Corinthians, na Libertadores de 2000, Galeano assumiu o cargo de coordenador do Verdão no ano passado, ajudando na contratação do próprio Felipão.

Agora, o treinador até ironizou o ciúme que existe no Palmeiras. ‘Aqui vão dizer que vão dar uma unhada. Deus nos livre. Acho isso um absurdo. Se não gosto, digo logo e vai pro inferno, acabou’.

Felipão explica que chegou a pedir para o presidente Arnaldo Tirone aumentar as atribuições de Galeano, mas não teve sucesso.

‘Eu gostaria (que o ex-volante tivesse mais poder) e já falei isso ao presidente. Acho que ele faria com que algumas coisas que acontecem só chegassem ao vice e ao presidente no final, e não no início. Esta é a função de quem tem o cargo, mas também sou funcionário e tenho de seguir a hierarquia do que me é indicado’, concluiu.

No Palmeiras, as decisões do departamento de futebol são acumuladas no vice-presidente Roberto Frizzo.