Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Felipão apaga fiascos de Mano – e Brasil já é 4º do ranking

Agora, seleção aparece atrás apenas de Espanha, Alemanha e Portugal na lista

Ranking da Fifa

1. Espanha, 1.460 pontos

2. Alemanha, 1.340

3. Portugal, 1.245

4. Brasil, 1.210

5. Colômbia, 1.186

6. Uruguai, 1.181

7. Argentina, 1.178

8. Suíça, 1.161

9. Itália, 1.115

10. Grécia, 1.082

11. Ingleterra, 1.043

12. Bélgica, 1.039

13. Chile, 1.037

14. EUA, 1.015

15. Holanda, 967

16. França, 935

17. Ucrânia, 913

18. Rússia, 903

19. México, 877

20. Croácia, 871

Convocada para a Copa do Mundo na quarta-feira, a seleção brasileira do técnico Luiz Felipe Scolari está em alta: mesmo sem ter jogado desde a última atualização do ranking, a equipe voltou a subir na classificação oficial da Fifa. A lista divulgada na manhã desta quinta-feira coloca o Brasil em quarto lugar – a seleção ganhou duas posições. Agora, o país-sede da Copa tem a equipe com melhor colocação entre as sul-americanas. Nos últimos anos, o Brasil ficou atrás de Argentina, Uruguai e Colômbia, que jogavam as Eliminatórias para o Mundial, partidas que têm maior peso no cálculo do ranking. Mas outro fator determinante para o fracasso brasileiro no ranking era o próprio desempenho da seleção nos amistosos da gestão de Mano Menezes, quando o time não conseguiu engatar uma sequência de boas vitórias contra rivais importantes.

Leia também:

Felipão aposta tudo nos 23: ‘Eu vou até o inferno com eles’

‘Vestibular’ do Brasil para Copa teve 5 candidatos por vaga

Para quem ficou de fora, há esperança: a lista de suplentes

Lista é dominada pelos paulistas: são 40% dos escolhidos

De acordo com a Fifa, as mudanças no ranking nos meses em que não há muitos jogos se devem à redução do peso das partidas realizadas em anos anteriores, em especial as Eliminatórias para a Copa. Como a pontuação dos jogos menos recentes vai decaindo, a diferença entre os rivais e o Brasil, que disputou principalmente amistosos desde o último Mundial – e perdeu os principais – , também vai diminuindo.

Com isso, a seleção ganhou mais duas posições na lista (já tinha subido duas posições na lista anterior) e Argentina, Colômbia e Uruguai perderam uma. O Brasil aparece atrás apenas da Espanha, ainda líder, da Alemanha e de Portugal. Essas duas equipes, aliás, estão no mesmo grupo da Copa e se enfrentam em 16 de junho, em Salvador. A próxima edição do ranking sairá a exatamente uma semana da abertura do Mundial, em 5 de junho.

Leia também:

Scolari envelhece time, mas média é inferior a 2006 e 2010

Na Copa em casa, ídolos que fizeram a carreira no exterior

Chelsea é o clube com mais convocados: quatro jogadores

Seleção fecha montagem do time com confiança e alegria