Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Federer vence Del Potro de virada e avança à semifinal

Por Da Redação 5 jun 2012, 14h49

Por AE

Paris – O suíço Roger Federer tomou um susto, mas venceu o argentino Juan Martín del Potro por 3 sets a 2, de virada, com parciais de 3/6, 6/7 (4/7), 6/2, 6/0 e 6/3, nesta terça-feira, e garantiu vaga na semifinal de Roland Garros. Cabeça de chave número 3 da competição, ele terá pela frente em um dos jogos que valerão vaga na final o vencedor do confronto entre o sérvio Novak Djokovic e o francês Jo-Wilfried Tsonga, também programado para ser encerrado nesta terça.

O triunfo nas quartas de final foi o 12.º de Federer em 14 confrontos com Del Potro, que só levou a melhor sobre o recordista de títulos de Grand Slam em duas partidas realizadas em 2009, na final do US Open e na primeira fase do ATP Finals, em Londres. De lá para cá, o suíço acumulou seis vitórias seguidas sobre o argentino, sendo cinco delas neste ano – ele também derrotou o rival nesta temporada no Aberto da Austrália, nos Torneios de Dubai e Roterdã e no Masters 1.000 de Indian Wells.

Essa será também a 31.ª vez que Federer disputará uma semifinal de Grand Slam, sendo que ele busca em Paris o seu 17.º título da série de torneios mais importantes do tênis mundial. Ele está na luta pela sua segunda taça em Roland Garros, onde se sagrou campeão em 2009.

No duelo desta terça, Del Potro parecia que iria encerrar o seu jejum de vitórias contra Federer ao vencer os dois primeiros sets, sendo o segundo deles no tie-break,mas depois começou a sentir fortes dores no joelho esquerdo e seu desempenho caiu de forma vertiginosa a partir da terceira parcial. E, nos últimos três sets, o argentino só conseguiu ganhar cinco games ao total e ainda amargou um “pneu” (6/0) na quarta parcial.

O curioso é que Federer cometeu o mesmo número de erros não-forçados de Del Potro – 43 ao total de cada um -, mas massacrou nos últimos sets do duelo. Com isso, terminou o jogo aproveitando oito de 18 chances de quebrar o saque do argentino, que só converteu quarto de dez break points. O número de winners (bolas vencedoras) obtido pelo suíço também foi muito maior – 59 a 33 -, assim como fez 11 aces, contra apenas quatro do seu adversário.

Continua após a publicidade

Publicidade

Essa é uma matéria exclusiva para assinantes. Se já é assinante, entre aqui. Assine para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Essa é uma matéria fechada para assinantes e não identificamos permissão de acesso na sua conta. Para tentar entrar com outro usuário, clique aqui ou adquira uma assinatura na oferta abaixo

Informação de qualidade e confiável, a apenas um clique. Assine VEJA.

Impressa + Digital

Plano completo da VEJA! Acesso ilimitado aos conteúdos exclusivos em todos formatos: revista impressa, site com notícias 24h e revista digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Receba semanalmente VEJA impressa mais Acesso imediato às edições digitais no App.

a partir de R$ 39,90/mês

Digital

Plano ilimitado para você que gosta de acompanhar diariamente os conteúdos exclusivos de VEJA no site, com notícias 24h e ter acesso a edição digital no app, para celular e tablet.

Colunistas que refletem o jornalismo sério e de qualidade do time VEJA.

Edições da Veja liberadas no App de maneira imediata.

a partir de R$ 19,90/mês