Clique e Assine a partir de R$ 19,90/mês

Federer diz estar nervoso por jogar pela 1.ª vez no Brasil

Por Da Redação 6 dez 2012, 14h56

A programação do evento

6 de dezembro

Bob/Mike Bryan x Bruno Soares/Marcelo Melo

Roger Federer x Thomaz Bellucci

7 de dezembro

Maria Sharapova x Caroline Wozniacki

Thomaz Bellucci x Jo-Wilfried Tsonga

8 de dezembro

Serena Williams x Victoria Azarenka

Roger Federer x Jo-Wilfried Tsonga

9 de dezembro

Thomaz Bellucci x Tommy Robredo

Roger Federer x Tommy Haas

O tenista suíço Roger Federer, número 2 do mundo, diz estar um pouco nervoso em jogar pela primeira no Brasil, nesta quinta-feira, contra o brasileiro Thomaz Bellucci. “Estou muito feliz de estar aqui, foi uma longa jornada até acontecer este evento. Estou muito feliz, estarei diante de uma grande torcida e estou um pouco nervoso, porque não faço muitas exibições. É diferente. As pessoas que compraram ingressos esperam ver algo incrível.”

Continua após a publicidade

Leia também:

Leia também: Federer não pensa na aposentadoria: ‘Ainda me divirto

Desta quinta a domingo acontece uma série de exibições no Ginásio do Ibirapuera, em quadra rápida montada especialmente para o evento. Além de Federer, estão no Brasil a bielo-russa Victoria Azarenka (número 1 do mundo), a russa Maria Sharapova (número 2), a americana Serena Williams (número 3), a dinamarquesa Caroline Wozniacki (número 10), o francês Jo-Wilfiers Tsonga (número 8), que joga contra Federer no sábado. “É muito legal estar aqui e será um prazer enfrentar o Roger”, disse Tsonga.

Leia também:

Leia também: Maria Sharapova é a nova número 2 do ranking

Sharapova já esteve em outra ocasião no Brasil. “É minha segunda vez em São Paulo e vejo como uma oportunidade ótima de disputar uma partida em alto nível neste fantástico lugar. Gosto do país, das pessoas, da comida.”

Leia também:

Leia também: Bellucci garante estar recuperado para duelo com Federer

Para Bellucci, será um momento muito especial. “Ter a oportunidade única de enfrentar esses caras aqui dentro de casa é demais. Estou bastante feliz.”

(Com Estadão Conteúdo)

Continua após a publicidade
Publicidade