Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Federer anuncia que disputará Olimpíada de Tóquio-2020

Lenda do tênis buscará no Japão o único grande título que falta em sua carreira

Por AFP - 14 out 2019, 11h51

O tenista suíço Roger Federer anunciou nesta segunda-feira, 14, que disputará os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020 com a esperança de conquistar uma medalha de ouro no torneio de simples, único título de prestígio que falta em sua vitoriosa carreira.

“Eu conversei com minha equipe durante várias semanas, vários meses, em relação ao que eu deveria fazer no verão de 2020, após Wimbledon e antes do US Open. No fim, meu coração meu disse para disputar os Jogos Olímpicos novamente”, declarou durante evento de um patrocinador.

A lenda suíça de 38 anos ganhou o ouro olímpico nas duplas ao lado de Stan Wawrinka em Pequim-2008 e a prata em simples em Londres-2012, da qual perdeu a final para o local Andy Murray. Federer não participou dos Jogos do Rio-2016.

 

Publicidade

Atual número 3 do mundo, Federer tem o recorde de semanas na liderança do ranking (310), assim como o recorde de título de Grand Slam (20). Seus grandes rivais nesta era dourada do tênis, Novak Djokovic (N.1) e Rafael Nadal (N.2), já anunciaram que também têm a intenção de estar na capital japonesa para os Jogos Olímpicos no ano que vem.

Publicidade