Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Favorito em SP, Zeballos encara tenista da Rocinha e projeta volta à elite

Por Da Redação 5 jan 2012, 07h28

Após frequentar o top 50 em 2009, Horácio Zeballos caiu no ranking durante as duas últimas temporadas. Cabeça de chave número 1 do Challenger de São Paulo, ele enfrenta o brasileiro Fabiano de Paula, morador da Rocinha, na manhã desta quinta-feira, pelas oitavas de final do torneio, e espera trilhar o caminho de volta aos campeonatos de primeira linha.

‘É difícil manter um nível muito alto, especialmente se você não é um craque como Djokovic, Del Potro e Nadal, jogadores capazes de manter o nível durante o ano inteiro. Nós não temos essa consistência e às vezes caímos um pouco, mas o importante é estar tranquilo para conseguir voltar ao seu melhor nível’, afirmou o argentino.

Zeballos, 26 anos, viveu seu auge em simples na temporada de 2009, ano em que alcançou a 41colocação do ranking mundial e perdeu a única final que disputou na carreira, diante do ucraniano Sergiy Stakhovsky, então 93do mundo, no ATP 250 de Saint Petersburg.

Os únicos integrantes do top 150 do ranking da ATP no Challenger de São Paulo são Zeballos, 109 , e o brasileiro Rogério Dutra da Silva, 124da lista. ‘A ideia é chegar na final, mas é o primeiro torneio do ano e tem bons jogadores. O ranking muitas vezes é mentiroso’, declarou o argentino.No circuito de duplas, Zeballos viveu a melhor fase em 2010 e chegou ao 32posto. Campeão em Buenos Aires-2010 e Munique-2011 em parcerias, ele foi convocado para os três confrontos da Argentina pela Copa Davis na temporada. Na derrota na semifinal diante da França, jogou em simples e duplas.

‘É sempre lindo representar o seu país e espero que no futuro eu possa retornar à equipe’, afirmou Zeballos, que sofreu no ano passado ao ver pela televisão o quarto vice-campeonato de seu país no torneio por nações, algo inédito. ‘Foi duro, mas a Espanha jogou melhor e venceu bem. Ainda vai chegar o dia em que seremos campeões’, apostou.

ZEBALLOS ORIENTA IRMÃ NO TÊNIS

Continua após a publicidade

A argentina Carolina Zeballos, irmã de Horácio, também joga tênis profissionalmente e costuma disputar torneios no Brasil. Cinco anos mais velho, o tenista procura orientar a garota.

‘Nós gostamos muito de tênis, especialmente porque meu pai tem um clube. Desde pequenos fomos criados jogando tênis. Sempre conversamos sobre nossas carreiras e tento dar bons conselhos a ela’, afirmou Horácio.

Na temporada de 2011, Carolina Zeballos participou de um total de 12 campeonatos disputados no Brasil. Atualmente, a jovem de 21 anos ocupa o 417posto do ranking da WTA.

Na decisão diante da Espanha, David Nalbandian e Eduardo Schwank venceram Fernando Verdasco e Feliciano Lopez, com parciais de 6/4, 6/2 e 6/3, no único ponto argentino na série. ‘Eles formaram uma boa dupla e por isso ganharam com a facilidade que ganharam’, elogiou Zeballos.

Na estreia em São Paulo, o argentino venceu o qualifier brasileiro José Pereira por 2 sets a 0, parciais de 6/3 e 6/2. Já Fabiano de Paula, 23 anos e 380do mundo, bateu o croata Kristijan Mesaros por 2 sets a 1, parciais de 6/0 e 7/6 (7-5), em seu primeiro triunfo em um torneio da série challenger na carreira.

‘Vou conversar com os jogadores mais experientes para saber os pontos fracos do Zeballos e jogar tranquilo, aproveitar ao máximo. Ter entrado direto na chave foi uma chance incrível. Vou jogar feliz, como estou fazendo, e aproveitar ao máximo cada momento que tiver dentro da quadra’, afirmou De Paula.

Continua após a publicidade
Publicidade