Group 21 Copy 4 Created with Sketch.

Farmácia move ação contra CBDA, que desconhece processo

A farmácia Anna Terra, de Santa Bárbara D’Oeste, está movendo uma ação judicial contra a Confederação Brasileira de Desportos Aquáticos (CBDA) após o caso de doping dos atletas Cesar Cielo, Nicholas dos Santos, Henrique Barbosa e Vinícius Waked. A entidade, por sua vez, não sabe de detalhes sobre o processo e frisa que não tem que divulgar documento nenhum.

Segundo a advogada da Anna Terra, Rosely Ferreira Pozzi, a Confederação, assim como o laboratório Ladetec do Rio de Janeiro, excluiu a responsável pela manipulação do processo de julgamento, que foi colocada como culpada pela contaminação dos quatro.

‘É uma medida cautelar pedindo para determinar que a CBDA e o Ladetec nos encaminhem cópias do processo e do laudo. O laboratório nos deu uma resposta – foi o único que respondeu – dizendo que não podia encaminhar nada, pois isso só poderia ser entregue pela CBDA. Então, a Confederação ignorou nosso ‘pedido amistoso’, caso contrário não precisaríamos ir ao Judiciário’, explicou a advogada.

De acordo com Rosely, que entrou na justiça no dia 29 de julho, a CBDA não respondeu em momento algum ao pedido da Anna Terra para acesso aos documentos envolvidos. ‘Todas as informações que pegamos ultimamente foram na imprensa, e elas falam que nós fomos os responsáveis pela contaminação do suplemento. A CBDA não ouviu a Anna Terra e, por isso, solicitamos uma cópia do processo. Mas não foi dada nenhuma resposta da entidade. Então, tive que fazer o pedido judicial’.

‘Não sabemos porque a farmácia foi envolvida nisso. Exatamente o motivo de termos pedido ao Judiciário que entregue o laudo, para que tenhamos ele nas mãos, e entendamos até onde houve alguma coisa que foi lesiva ao bom nome da empresa. A única coisa que queremos que saber é o que consta nesse processo, não sabemos o que está lá de verdade’, acrescentou Rosely.

Embora não culpe a farmácia, a advogada não aponta um outro motivo do doping dos brasileiros. ‘Agora, quem é o responsável, realmente não cabe a nós fazer qualquer conjetura. Não temos a menor ideia de como isto aconteceu’, afirmou, sem fazer uma previsão de quando deve sair uma resposta oficial na justiça.

Rosely finalizou dizendo que o que fica após todo o processo é o sentimento de exclusão do laboratório. ‘Principalmente o sentimento íntimo da responsável (pela manipulação) de ver seu nome sendo envolvido sem que ela tenha o direito de participar do processo’, concluiu.

‘Não temos obrigação nenhuma de fornecer nada’, diz advogado da CBDA

Procurado pela GE.Net, o advogado da Confederação Brasileira de Deportos Aquáticos, Marcelo Franklin, alegou que não tem conhecimento da ação da representante judicial da Anna Terra e que não é papel da entidade fornecer tais dados, que não devem ser divulgados.

‘A CBDA não tem nenhuma relação com a farmácia, a confusão é entre eles e os nadadores’, disse Franklin. ‘O processo corre em sigilo, mas não temos obrigação nenhuma de fornecer nada a eles’, completou.

Perguntado sobre o impasse envolvendo o Instituto Ladetec e a Anna Terra, o advogado frisou novamente que não deixou de realizar nenhum processo, enquanto o laboratório não liberou o laudo e alegou precisar de permissão da CBDA.

‘Nosso aval eles não vão ter, porque está em sigilo. Na Suíça foi assim, não tem jeito. Esses documentos são do Ladetec, ela que peça para eles. Não temos nada contra nem a favor da farmácia, mas cuidamos de processos de doping faz muitos anos e temos que ter sigilo’, concluiu.

Os quatro nadadores brasileiros foram pegos no exame antidoping no último dia 1de julho, em exame realizado durante o Troféu Maria Lenk, no Rio de Janeiro, pelo uso da substância furosemida. Após o julgamento do CAS (Corte Arbitral do Esporte), em caráter de urgência, eles foram liberados (com exceção de Vinícius Waked, reincidente) e permaneceram apenas com a punição estabelicida pela Confederação, uma advertência. No fim do mês, no Mundial de Xangai, Cesar Cielo foi medalha de ouro em duas oportunidades, nos 50m livre e borboleta.