Clique e Assine por apenas R$ 0,50/dia

Fanning admite trauma com tubarão, mas descarta deixar o surfe

De volta à Austrália, tricampeão mundial disse ter passado por um milagre ao escapar do ataque sem nenhum arranhão: 'Tenho muita sorte de minha hora não ter chegado'

Por Da Redação 21 jul 2015, 09h53

Ainda bastante assustado, o surfista australiano Mick Fanning retornou para sua casa em Gold Coast nesta terça-feira, dois dias depois de sofrer um ataque de tubarão na final da etapa de Jeffreys Bay, na África do Sul. O tricampeão mundial disse ter passado por um “milagre” por sair ileso do incidente e admitiu estar traumatizado – mas descartou deixar o surfe aos 34 anos.

“Eu estou bem, agora é mais emocional, como um trauma mental. Provavelmente vou levar algumas semanas ou meses para voltar, mas surfar me ajudou a passar pelos momentos mais difíceis da minha vida, então desistir não seria certo”, disse o Fanning em entrevista coletiva lotada próxima ao aeroporto de Sydney. “Sair de um ataque de tubarão sem nenhum arranhão é mesmo um milagre. Tenho muita sorte de minha hora não ter chegado.”

Surfe: tubarão ataca Mick Fanning na África do Sul

No ataque, o surfista estava remando para sua primeira onda na final diante do compatriota Julian Wilson, quando um tubarão o derrubou da prancha. Nesta terça, Fanning deu detalhes sobre os momentos mais assustadores. “O tubarão surgiu e foi para a parte de trás da minha prancha. Eu não sei por que não mordeu. Só ficava voltando. Eu estava ali em cima, tentando colocar minha prancha no meio de nós. Não sei se dei um soco forte, ou soquinhos de bebê”. A próxima etapa de Mundial de Surfe acontece entre 14 e 25 de agosto no Taiti.

https://youtube.com/watch?v=wn66jayj6hM%3Frel%3D0

(Com agência Reuters)

Continua após a publicidade
Publicidade