Assine VEJA a partir de R$ 9,90/mês.

Falcioni deve repetir equipe do Boca em jogo com Timão no Pacaembu

Por Da Redação - 1 jul 2012, 12h23

Pensando na segunda partida da decisão da Libertadores, o técnico Julio César Falcioni não deve realizar mudanças no Boca Juniors, em relação ao time que ficou no empate com o Corinthians, na última quarta-feira, na Bombonera. Neste domingo, o comandante organizou um treinamento, em que colocou a mesma formação que iniciou a partida com os alvinegros.

Durante a atividade nesta manhã, Falcioni escalou o seguinte time: Orion; Roncaglia, Caruzzo, Schiavi e Clemente Rodríguez; Ledesma, Somoza, Erviti e Riquelme; Pablo Mouche e Santiago Silva.

O desfalque ficará por conta de Cvinatich, que é vinculado ao Ajax, da Holanda, e teve seu contrato encerrado no sábado. Sem conseguir uma extensão de contrato, o jogador seguirá com a delegação do time argentino apenas como um ‘torcedor’. O atacante entrara no decorrer do jogo com o Timão e desperdiçou grande chance na pequena área do goleiro Cássi

Outros dois jogadores tiveram seus contratos encerrados: o lateral Roncaglia e o experiente zagueiro Schiavi. O primeiro, que marcou o gol dos argentinos na primeira decisão, está vendido à Fiorentina, mas acertou uma renovação para disputar a final, com uma cláusula de seguro, em caso de sofrer uma lesão. Já o defensor teve seu vínculo renovado de forma mais rápida.

Publicidade

Com o empate na Bombonera por 1 a 1, o Boca precisa de uma vitória simples para assegurar o título da Libertadores – o sétimo em sua história. Novo empate, independente do número de gols, leva a decisão para a prorrogação e, caso a igualdade persista, o título será decidido nos pênaltis. O jogo está marcado para acontecer às 21h50 (de Brasília) desta quarta-feira, no Pacaembu. Na terça, o time argentino deve fazer um treinamento no palco da decisão do torneio continental.

Publicidade