Clique e assine a partir de 8,90/mês

Falavigna decepciona e é eliminada na estreia no Pan

Por Da Redação - 18 out 2011, 15h02

Por AE

Guadalajara – Principal nome do tae kwon do brasileiro, Natália Falavigna decepcionou e foi eliminada logo na sua luta de estreia nos Jogos Pan-Americanos de Guadalajara. Nesta terça-feira, ela foi derrotada pela norte-americana Lauren Hamon, em combate válido pela categoria acima de 67kg, e fracassou na tentativa de ao menos repetir o desempenho de quatro anos atrás, quando faturou a medalha de prata no Rio de Janeiro.

As atletas tiveram postura conservadora na luta, que terminou empatada por 1 a 1, o que provocou a realização do desempate. Falavigna e Hamon não pontuaram e, assim, a definição ficou com os árbitros, que decidiram dar a vitória para a norte-americana, eliminando a brasileira.

Além da prata no Pan de 2007, Falavigna também tem no seu currículo um título mundial, conquistado em 2005, e uma medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, em 2008. Por isso, havia a expectativa de que a brasileira voltasse a subir no pódio no Pan.

Falavigna, porém, tem sofrido com as lesões nos últimos dois anos. A lutadora brasileira realizou duas cirurgias no joelho direito neste período, o que até ameaçou a sua presença em Guadalajara. Para a brasileira, a falta de ritmo foi fundamental para o seu resultado.

“Dois anos sem pisar, fazendo força para voltar. Sabia que ia ser difícil, mas vim para representar o País. Infelizmente não deu. Tem coisas que só com o treinamento é possível adquirir”, disse. “Fico triste porque eu realmente não gosto de perder. Agora é olhar para a frente e voltar a treinar”, acrescentou. “Houve gente que não acreditou que eu sequer conseguiria voltar”.

Assim, o Brasil encerrou a sua participação no tae kwon do no Pan de Guadalajara, com apenas uma medalha, de bronze, conquistada por Márcio Wenceslau. Os outros cinco atletas do Brasil, incluindo Falavigna, não subiram ao pódio.

Continua após a publicidade
Publicidade